Como cuidar da mão ressecada pelo álcool em gel?



Uma das principais medidas para conter a covid-19, a higienização constante das mãos também colabora para a perda dos hidratantes naturais – por conta, principalmente, dos sabonetes e do álcool gel. Isso faz com que as mãos fiquem mais ressecadas e suscetíveis a doenças como dermatites.

A pele tem uma camada externa responsável pela manutenção da hidratação e da proteção em relação ao meio externo. Essa barreira cutânea fica prejudicada e com o uso do álcool e gel o efeito é duplicado.

Saiba como evitar o ressecamento das mãos

O álcool em gel é fundamental para quando saímos na rua – até por ser mais prático. Mas se você está em casa, deixe ele de lado: prefira lavar a mão com água e sabão e hidratar logo em seguida. Assim, você consegue driblar o efeito que o produto tem de ressecar demais a pele das mãos!

Outra dica importante é construir um hábito de hidratação das mãos antes de dormir, isso irá fazer com que o produto tenha eficácia por mais tempo agindo na pele durante todo o seu sono. O que não impede, claro, que você capriche no hidratante ao longo do dia.

Se você tem mais de uma bisnaga em casa, que tal espalhá-las em vários ambientes? Uma ao lado do computador, uma na cozinha, uma na mesa de cabeceira...

Atente-se aos cuidados com sua mão

O ideal é que os cuidados com as mãos sejam potencializados, por exemplo, quando a pele fica


muito ressecada, podem surgir fissuras e é ai que devemos tomar um cuidado redobrado. Neste caso é recomendado procurar por um especialista, no caso um dermatologista para um tratamento correto.

Cuidar da pele e da saúde é fundamental.

https://www.liquido.com.br/blog/como-cui- dar-da-mao-ressecada-pelo-alcool-em-gel/