Notícias da Estrela


FUTEBOL – Estamos parados, obedecendo as normas estabelecidas pelas nossas autoridades. Somos cientes de nosso dever para com a nossa comunidade e nossos atletas. Dói passar pelo Estádio Júlio Gonçalves de Campos e ver tudo abandonado, ao mesmo tempo a reflexão nos faz parar um pouco diante da seca em que atravessamos, e imaginar o quanto seria penoso e oneroso para o nosso gramado. Que neste momento se vê poupado da inclusão dos jogadores. Deus não nos desampara.

Estamos aguardando o momento exato para que tudo volte ao normal com segurança. Mas a ansiedade é grande.

FIBRA ÓTICA – Já chegou ao Distrito, estamos aguardando a sua maior utilização em prol da comunidade. 

PRAÇA PADREMOSCOPP – Foram instaladas mais duas mesas para lazer no local. Incluindo em cada uma um tabuleiro para jogos de damas ou xadrez. Foi também restaurado o parapeito do coreto, como remendado alguns trechos do piso da praça. Ainda resta muito para que ela seja realmente reformada, incluindo a parte de paisagismo. Estamos no aguardo, acho que tanto ela, quanto nós, e nosso município merecem este carinho.

ZEQUINHA DE ABREU – NOSSO ICONE – Infelizmente sua memória aos poucos vai se deteriorando em nossa cidade. Vão se apagando, suas pegadas, seus vestígios. Um potencial histórico, um roteiro rico, que teimam em esquecer, em diluir com o tempo. 

Assim vejo a casa de sua filha caçula, sendo engolida pelo desprezo, pelo pouco caso. A nossa história tão cheia de requintes, escondida pela falta de interesse, de valorização do que é nosso.

Há num canto de nosso cemitério, as sepulturas de Dona Dirce de Abreu e seu filho Denis. Repousam no esquecimento de nossos historiadores e pesquisadores. Assim como o antes majestoso túmulo de um dos fundadores de Santa Cruz da Estrela, está ruindo, prestes a se tornar apenas um lugar vazio como tantos outros que se perderam no acúmulo de resíduos do tempo.

RECANTO DOS BARRETOS – Alguém que veio como turista ao nosso Distrito e se apaixonou. Seu Barreto fez daqui seu paraíso. Sempre que podia vinha de Santos para cá. Mesmo as dificuldades trazidas pelos anos de vida não o impediam de fazer este longo trajeto ao volante de seu carro para desfrutar um pouco deste silêncio, deste ar, deste povo.

Hoje já se encontra lá nas esplanadas celestes, mas deixou plantado com carinho o amor a este nosso rincão, em seus filhos, netos e genro.

E mais ainda presenteou a todos os turistas e do Caminho da Paz e da Fé, com sua pousada, acolhendo-os e ao mesmo tempo divulgando nosso Paraíso.

CRECHE – Nossa, como precisa de uma reforma urgente. Há a necessidade de ser olhada com carinho, pois ali nossas mães confiam seus filhos enquanto ajudam a buscar sustento à família. Falta tudo, iniciando por uma boa aparência, até melhores comodidades.

Pelo lado de fora ainda no hall da Creche duas árvores maltratadas. Saindo na calçada a fiação está em péssimo estado, pendendo dos postes. Para completar, na saída da Creche existe um poste no meio da rua. ACREDITA!!! TÁ LÁ PRA VER.

ÔNIBUS CIRCULAR – A nossa comunidade não suporta mais a maneira como foi retirado e pior ainda o não retorno do ônibus circular ao Distrito.

O transtorno e absurdo. Nos privaram do direito de ir e vir.

Não há mais justificativa para manter a comunidade privada deste recurso. PRECISAMOS DA VOLTA DO CIRCULAR URGENTE.

RECAPEAMENTO – Teve início. Estamos aguardando a conclusão e acompanhando. NÃO ACREDITAMOS QUE TERMINOU. Bem a parte da Rua José Ferreira de Resende ficou muito mal feita, sem acabamento gerando muita reclamação. A placa fala em um orçamento de R$ 91.517,45 e uma demanda de 60 dias de empreitada.

Na realidade não ficaram dois dias, deixando a desejar o objetivo concordado. FALTOU FISCALIZAÇÃO.

Estamos aguardando a conclusão do serviço estipulado. Não podemos arcar com esta despesa sem sua conclusão, em nome de nosso Distrito.

CABE AOS VEREADORES FISCALIZAREM A OBRA E SUA CONCLUSÃO.

ODOR DE GÁS – Na terça-feira passada, alguns moradores me procuraram, devido ao forte odor de gás, que pairava no ar do Distrito, entrei em contato com a Prefeita em exercício, no que fomos prontamente atendidos. A procura da origem do problema, visto que já tivemos problema de vazamento de gás. Não chegamos a conclusão e, portanto, continuamos em alerta.

REFLEXÃO – Tantas coisas para refletir... PEDIMOS EM PRECE QUE TUDO CORRA BEM COM A SAÚDE DE NOSSO PREFEITO. – Não queremos mais vítimas em nossa cidade, em nosso País. Por isto que até as vezes nos tornamos chatos quando cobramos cuidados das pessoas em relação a prevenção.

Temos muito que refletir, mas neste momento nos unimos em oração a todos que necessitam em busca desta superação. Esquecemos da política e lembramos do ser humano.

AMÉM.