Delegado Responde: Prisões por mandados e flagrantes na cidade


JORNAL O SANTARRITENSE - Dr. Domingos, segundo informações recebidas, tivemos uma semana com prisões por mandados e por flagrantes. O senhor poderia falar sobre estes assuntos?

DR. DOMINGOS ANTONIO DE MATTOS - Após trabalho de investigação, foi possível a representação e a consequente expedição de mandados de prisão temporária para dois suspeitos de crimes de roubo de veículos, ocorridos nesta cidade. E também foram elaborados dois Autos de Prisão em Flagrante delito, ambos por crimes cometidos em ambiente doméstico.

J.O.S. - Sobre os flagrantes, o que o senhor poderia nos relatar?

DR. DOMINGOS - O primeiro flagrante foi lavrado em 31/08/2020. Consta que em uma residência, situada na Vila Nory, nesta cidade, a Polícia Militar foi acionada, haja vista agressões que estavam sendo perpetradas contra uma senhora de 86 anos e que estas seriam praticadas pelo filho. Chegando no local, a vítima informou que seu filho chegou em casa embriagado e começou com esta a discutir.

No calor da discussão, o agressor atirou contra sua mãe uma xícara, a qual lhe atingiu no braço e causou ferimentos. Conduzido até esta Delegacia, o agressor foi autuado em flagrante e, por não ter exibido a fiança arbitrada, foi recolhido ao Centro de Triagem de São Carlos. 

Posteriormente, por decisão judicial, foi lhe concedida liberdade provisória com condições. Estas condições vão desde o afastamento do agressor do lar, a proibição de contato e aproximação com a vítima e limitações de horário. Vale lembrar que, se estas condições não forem cumpridas, a prisão preventiva do agressor poderá ser decretada e ele retornar ao cárcere.

J.O.S. - E quanto ao segundo flagrante?

DR. DOMINGOS - Quanto ao segundo flagrante, este ocorreu na madrugada do dia 02/09/2020 em uma residência situada no Jardim Lagoinha nesta cidade. A Polícia Militar foi acionada, sendo que a viatura, ao chegar no local dos fatos, obtiveram da vítima a informação de que seu companheiro havia lhe agredido bem como a ameaçado. 

Os Policiais Militares também constataram que a vítima apresentava ferimento no lábio. O agressor, indagado, apresentava-se agitado e disse que nada iria falar, pois achava que tais fatos seriam problemas familiares apenas. Diante dos fatos, as partes envolvidas foram conduzidas ao Plantão Policial de Porto Ferreira, onde a Autoridade Policial plantonista elaborou o Auto de Prisão em Flagrante e determinou o recolhimento do agressor ao Centro de Triagem de São Carlos. 

Os autos foram encaminhados ao Poder Judiciário, sendo que após apreciação pelo MM. Juiz de Direito, este converteu a prisão em flagrante em prisão preventiva, sendo então o agressor encaminhado à Penitenciária de Araraquara/SP onde aguardará o julgamento de seu processo.

J.O.S. - Dr. Domingos e sobre os mandados de prisão cumpridos referentes aos casos de roubos de veículos ocorridos nesta cidade?

DR. DOMINGOS - A partir de imagens dos autores do delito, agindo durante a sub- tração de camionetes, o veículo utilizado foi identificado e, posteriormente, abordado por policiais militares que apresentaram o mesmo e seus ocupantes no plantão de Porto Ferreira. Na oportunidade eles negaram participação no crime, não estavam em flagrante e, após qualificação, foram liberados. 

Ciente desta informação, incontinenti determinei a instauração de inquérito policial, bem como representei ao E. Juízo pela decretação das Prisões Temporárias dos indivíduos e Mandados de Busca para as respectivas residências. Na posse dos documentos citados, entrei em contato com o Delegado de Porto Ferreira e solicitei apoio, vez que as diligências seriam realizadas naquela urbe. 

Na manhã da última sexta-feira, dia 31 p.p., nos dirigimos até Porto Ferreira e, com o apoio dos colegas Policiais Civis daquela Delegacia, nos dirigimos aos endereços dos suspeitos, sendo que apenas um foi capturado, inclusive sendo apreendido o veículo utilizado no delito.

O segundo suspeito não estava no endereço declinado, vez que havia se mudado após o dia da abordagem policial. Ainda na sexta-feira realizamos outras diligências, naquela cidade, buscando a captura do segundo suspeito, mais não obtivemos êxito.Posteriormente, durante o final de semana, chegaram informações do local onde o segundo suspeito poderia estar homiziado, o que se concretizou com sua prisão. 

No local ainda foi localizado um relógio, subtraído de uma de nossas vítimas, duas fardas da Polícia Militar e um revólver. Em virtude da apreensão da arma, além de ser preso por Mandado de Prisão Temporária expedido por nossa Comarca, o suspeito também foi autuado em flagrante delito por porte ilegal. As diligências prosseguem para identificação de outros participantes e de receptadores dos veículos subtraídos.