Cuidados para se ter com as unhas durante a pandemia


Além do isolamento social, lavar bem as mãos, várias vezes ao dia e usar o álcool gel são as principais orientações das equipes de saúde para prevenir o contágio do coronavírus. Mas manter as mãos limpas passa também por evitar o ressecamento da pele, unhas longas e até esmaltes.

Que as mãos estão mais ressecadas todo mundo sabe. Mantê-las hidratadas é muito importante para fortalecer a barreira cutânea e evitar contaminações. Segundo a infectologista da Rede D’r, em São Paulo Raquel Muarrek, normalmente qualquer escoriação ou lesão, na pele ou na mucosa, piora a imunidade e a pessoa fica mais predisposta a ter infeccções. "Geralmente precisamos melhorar a imunidade através de vitaminas e hidratação da pele e do organismo para evitar quadros graves de infecção", diz.

Mas e as unhas? Além de tirar a cutícula, alguns tipos de esmalte também ser prejudiciais, já que podem ressecar e irritar a superfície das unhas. De acordo com o Dr. Daniel Coimbra, dermatologista no Rio de Janeiro, como estamos usando mais produtos para limpar as mãos no momento, é ideal tomar alguns cuidados para manter a saúde das unhas - e do organismo - em dia nesse período de pandemia.

1. Mantenha as unhas curtas

Muita gente continua usando esmalte e unha grande e, até mesmo, com alongamento. O que não é indicado de jeito nenhum. "Manter as unhas curtas é a melhor opção para facilitar a higienização das mesmas e, assim, diminuir o risco de transmissão do Covid-19", explica.

2. Reforce a hidratação

Como dito, hidratação a pele é essencial para evitar o ressecamento causado pela limpeza abrasiva causada por sabonetes e álcool em gel e assim, manter a barreira cutânea fortalecida. "Para hidratar, os cremes com ureia são os produtos indicados pelo dermato", diz.

3. Não tire a cutícula e evite a esmaltação excessiva

Sabe aquela história de deixar as unhas respirarem? Então. Daniel indica que o uso do esmalte seja abolido, ou pelo menos mais espaçado, nesse período de quarentena, já que as mãos estão mais ressecadas do que de costume e é preciso dar um descanso de química nas unhas. Além disso, nada de tirar a cutícula - que é a proteção da unha. Prefira empurrar e remover apenas o excesso das pelinhas que arrepiarem.

Fonte: revistamarieclaire.globo.com