A Importância da Estação de Tratamento de Esgoto


O esgoto doméstico é composto por toda a água e resíduos que ela carrega pelos encanamentos de casas, escritórios e estabelecimentos comerciais. Ou seja, pode-se dizer que é todo o lixo que produzimos utilizando a água, que desce por todas as pias e vasos sanitários, além do chuveiro e ralos espalhados pela casa. A água da chuva que corre pelas calçadas e sarjetas também se misturam nas redes de esgoto.

O tratamento do esgoto doméstico é muito importante para a preservação do meio ambiente. O esgoto contamina rios, lagos, represas e mares porque possuem excesso de sedimentos e micro-organismos que podem causar doenças, como a esquistossomose, leptospirose, cólera e piodermites.

O esgoto também pode contaminar mananciais e locais que servem como fonte de água potável para a população. Os mais prejudicados são os peixes, espécies inteiras podem ser extintas do local onde o esgoto doméstico é jogado. Além deles, as vegetações aquáticas e ribeirinhas podem acabar morrendo.

Atualmente em nosso município contamos com 2 estações de tratamento de esgoto, a ETE “Córrego Marinho” e a ETE “Córrego Capituva”, ambas com gestão da COMASA. As ETEs são dotadas de gradeamento e caixas de areia para retirada de resíduos, após o pré-tratamento, o efluente é encaminhado por gravidade até três lagoas de estabilização, onde é realizada a remoção da matéria orgânica, essa eficiência é de 80%. Além do tratamento, as estações contam com laboratório equipado para análise de efluente.

As estações de tratamento de esgoto são muito importantes, pois através delas conseguimos lançar o efluente tratado aos córregos com o padrão adequado, conseguindo diminuir contaminações que poderiam prejudicar o meio ambiente.

Além das estações de tratamento de esgoto, o município de Santa Rita do Passa Quatro conta com o serviço de limpeza de fossas, que pode ser agendado diretamente no Departamento de Serviços Municipais.