Santa Rita registra 229 casos confirmados e dengue continua sendo preocupação


Mesmo em tempos de Covid-19 (novo coronavírus), a dengue continua sendo preocupação para o setor de Saúde. Os casos de doença continuam aumentando em Santa Rita do Passa Quatro. Até esta quinta-feira (2/4) o Departamento Municipal de Saúde contabilizou 229 casos confirmados da doença, em 330 notificações, das quais 86 já foram negativadas.

Desde o início do mês, quando o número de casos superou os 80, não são mais realizados exames e para confirmar a doença, basta o diagnóstico clínico, isso ocorre para que o paciente possa iniciar o tratamento o quanto antes.

Os agentes de controle de vetores, da Vigilância Epidemiológica Municipal, estão nas ruas em trabalho intenso de orientação, prevenção e combate. Por lei, a população deve garantir acesso aos agentes às residências. Nos locais onde forem encontrados água parada ou larvas o proprietário ou morador irá receber uma notificação e, em caso dereincidência, poderá também ser multado, de acordo com a Lei 2964/2011. A multa é de 5 Valores de Referência, que pode ultrapassar os R$ 600,00.

SINTOMAS E FATALIDADE Além de eliminar os prováveis focos de proliferação do mosquito, evitando deixar expostos materiais que possam acumular água parada, as pessoas devem ficar atentas aos sintomas da doença, como febre alta (39° a 40°C), dores de cabeça, cansaço, dor muscular e nas articulações, indisposição, enjoos, vômitos, entre outros. No caso da dengue hemorrágica, pode aparecer sangramento de pequenos vasos da pele e outros órgãos e ainda tonturas por causa da queda na pressão arterial.

Se algum sintoma for identificado, a pessoa deve procurar por uma das Unidades Básicas de Saúde (Postinhos) ou a Santa Casa, que está montando uma sala exclusiva de atendimento, com a triagem de possíveis casos.

A dengue pode levar a morte pessoas com comorbidades (enfermidades que predispõem o paciente a desenvolver outras doenças).