ZPP Meio Ambiente: Dicas simples para economizar energia e água em casa


Reduzir o consumo de água e energia elétrica não contribui apenas para a preservação do meio ambiente, mas também para a redução de gastos e o controle das finanças em casa. Algumas atitudes já são bem conhecidas, mas é sempre bom reforçar e descobrir maneiras novas de economizar. Pensando nisso, selecionamos algumas atitudes mais sustentáveis que você pode começar a adotar e que irão impactar diretamente nas contas da casa.

1. Escolha o chuveiro com sabedoria Na hora de adquirir um novo chuveiro, todas as especificações do produto devem ser observadas. Por exemplo, se a residência dispõe uma tensão de 127 volts, o chuveiro não pode exceder 5.700 watts. Caso a voltagem disponível seja 220 volts, o limite é 7.800 watts. Os disjuntores também devem corresponder às especificações de voltagens, 50 amperes para 127 volts e 40 amperes para 220, além da fiação de 10 milímetros em ambos os casos.

2. Passe menos tempo no banho Não dá para fugir dessa dica. Faça um esforço e tome banhos de, no máximo, 10 minutos. E se, por acaso, o chuveiro queimar, não faça remendos. Além de perigoso, essas gambiarras consomem mais energia. A melhor solução é comprar uma resistência nova.

3. Acerte na escolha dos eletrodomésticos Prefira sempre pelos produtos com o selo do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica. Os eletrodomésticos podem até custar um pouco mais na hora da compra, mas, dessa forma, você evita problemas e gastos futuros com a energia.

4. Adeque as tomadas Micro-ondas, fornos elétricos, coifas e outros equipamentos de cozinha exigem tomadas de 20 amperes e fiação de pelo menos 4 mm. O secador e a prancha de cabelo também possuem alta potência e exigem bastante do sistema elétrico da residência. Por isso, para evitar o uso excessivo de energia, curtos e, até mesmo, incêndios, o proprietário deve plugá-los em tomadas de 20 amperes e instalação de fiação entre 4 e 6 mm.

5. Mantenha a porta da geladeira fechada Pode até parecer implicância de mãe, mas deixar a porta da geladeira aberta irá exigir que o motor trabalhe mais para resfriá-la novamente, o que impacta diretamente na conta de energia, e ainda pode causar desgastes na placa e no compressor.

6. Atente-se à temperatura ideal da geladeira Outra dica é regular o termostato do equipamento de acordo com a temperatura externa à geladeira, não sendo recomendado deixar o aparelho em nível mais alto ou mais baixo que o necessário.

7. Geladeira tem lugar certo A disposição do eletrodoméstico na cozinha também faz diferença. Procure deixá-la em um local arejado. Se o sol incidir diretamente, tenha certeza de que o consumo de energia também será maior.