Prefeitura de Santa Rita esclarece a situação envolvendo o engenheiro químico sepultado em Santa Rita


A Prefeitura de Santa Rita publicou, em sua página oficial no Facebook, a respeito da situação envolvendo o engenheiro químico Antônio Luiz Fernandes, que faleceu nesta segunda-feira, em São Paulo, sob suspeita de ter sido vítima do covid-19.

A matéria, do UOL, diz que Antônio foi enterrado em Santa Rita, por ser sua terra natal. A prefeitura esclarece que foram tomadas todas as medidas de segurança, desde o local de origem até a chegada do corpo à cidade. O caixão estava lacrado, e familiares e funcionários municipais monitoraram o sepultamento.

Também esclareceu que não houve velório, e nenhuma espécie de celebração, pois o sepultamento aconteceu imediatamente após a chegada do corpo.

Veja a nota completa:

 

Preparamos um material especial com informações compartilhadas pela Secretaria da Saúde de São Paulo, que podem ser encontradas neste link.