Prefeito Leandro faz balanço de 2019 e revela metas para 2020


Através de entrevista exclusiva para o Jornal O Santarritense, o Prefeito Leandro Luciano dos Santos falou sobre sua administração em 2019, e os projetos para 2020. Confira abaixo.

Jornal O Santarritense - Como foi para a Administração Municipal o ano de 2019?

Prefeito Leandro Luciano dos Santos - Foi mais um ano de muitos desafios, mas graças ao trabalho dos funcionários públicos, da minha equipe e com o apoio do Legislativo, Ministério Público, do Judiciário e da Sociedade, conseguimos atender as necessidades da população e manter as finanças em dia, sem prejudicar os serviços essenciais prestados à população.

J.O.S. – No início do ano passado perguntamos qual era até aquele momento a principal marca de sua gestão. O Prefeito nos disse que as palavras trabalho e parceria eram as que mais representavam sua gestão. Ainda são essas as palavras? Ou teve algo no ano passado que marcou sua administração, além do trabalho e parceria?

Prefeito Leandro – Trabalho e parceria continuam evidentes em nossa gestão. Muitos benefícios foram gerados para a comunidade desde 2014, graças ao trabalho sério e incansável realizado. E a parceria com entidades sem fins lucrativos, com o empresaria- do e com os governos federal e estadual foi decisiva para que a Administração alcançasse os objetivos de interesse público almejados.

Também destacamos a valiosa colaboração do funcionalismo municipal para que a atual gestão pudesse realizar obras e serviços que trouxessem visíveis benefícios para a população. Acrescentamos outra característica deste governo, cuidado especial na administração do dinheiro do povo. Isso contribuiu para que o Município cumprisse todas as obrigações passadas e presentes.

J.O.S. – Qual foi o momento mais difícil em 2019?

Prefeito Leandro – O momento mais difícil foi antes de 2019, foi quando tivemos coragem e equilíbrio para tomar as medidas que foram tomadas em 2014 e 2015, para que a cidade que a gente tanto ama, não entrasse em colapso financeiro. Essas atitudes foram importantes para dar tranquilidade em 2019 e 2020 sempre visando deixar um município cada vez melhor para o futuro gestor.

J.O.S. – Em 2020 teremos eleições e a lei proíbe muitas coisas de ser realizadas. Isso atrapalha a Administração?

Prefeito Leandro – As condutas vedadas, previstas em legislação própria, não atrapalham a Administração, porque o prefeito e sua equipe de colaboradores sempre buscam observar as normas éticas e legais que norteiam a atuação dos agentes públicos municipais em ano eleitoral. Temos plena consciência de nossa responsabilidade no sentido de evitar a prática de atos que possam ser questionados como indevidos em ano de eleições municipais, até pelo fato de conhecermos as sanções legais resultantes de eventual desrespeito às condutas vedadas aos agentes públicos em ano de eleições. 

Neste exercício de 2020, o governo municipal continuará atuando com rigor visando assegurar o equilíbrio entre a receita e a despesa do Município, de forma a atender a Lei de Responsabilidade Fiscal e as normas, orientações e recomendações do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. 

Aliás, é bom frisar, não nos desviaremos do dever de usar com zelo e honestidade os recursos oriundos de tributos pagos pelos contribuintes, a exemplo do que fizemos em anos anteriores, desde o início de 2014.

J.O.S. – Podemos considerar 2020 como um ano de aperto econômico? Se for, há projetos novos ou a prioridade é a conclusão do que está em andamento?

Prefeito Leandro - Não. Para o município que tomou todas as medidas necessárias para manter o equilíbrio econômico e financeiro e continua tomando sem pensar em fazer política como "p" minúsculo e sim pensando no bem-estar de todos (entidades, saúde, educação etc.). Vamos finalizar as obras existentes, vamos efetuar os pagamentos, e prestar contas, para não deixarmos problemas para o futuro.

J.O.S. – Muitas obras estão em andamento em nossa cidade. Já tem prazo de entrega de algumas? 

Prefeito Leandro – Enfatizo que as obras públicas em andamento serão concluídas, segundo os respectivos cronogramas físico-financeiros, com benefícios para a coletividade nas mais diferentes áreas (turismo, saúde, educação, cultura, esportes, infraestrutura, lazer e urbanismo). Por isso, as unidades próprias da Prefeitura estão preparadas para formalizar, até o final do ano, a prestação de contas dos recursos repassados ao Município por órgão federais ou estaduais, na forma prescrita em lei. 

O objetivo da Administração é, em especial, propiciar condições para que o próximo gestor possa planejar e implementar seus programas governamentais, que acarretem melhorias para a coletividade santarritense, sem os obstáculos que costumam surgir em início de mandato.

J.O.S. - Do ponto de vista nacional, quais as suas expectativas para 2020?

Prefeito Leandro – Espero, como cidadão e agente político, que a economia brasileira consolide o processo de retomada do crescimento em 2020, como previsto atualmente, fato que repercutirá de for- ma positiva nas finanças públicas municipais. Apesar dessa expectativa positiva para este ano, no aspecto econômico, é bom salientar que o equilíbrio das contas públicas, exigido por lei, requer a atuação responsável dos gestores que assumirão em 2021. 

Isso porque a demanda por serviços públicos, nas mais diferentes áreas, exige considerável gastos de recursos financeiros, os quais, como se sabe, sempre são escassos, notadamente em municípios de pequeno porte, que dependem de repasses dos governos federal e esta- dual para cumprirem a sua missão institucional.

J.O.S. - Fique à vontade para usar este espaço para expor suas considerações.

Prefeito Leandro – Vou continuar trabalhando até o dia 31 de dezembro de 2020 com muita dedicação e empenho, como fiz desde o início de meu mandato, por essa cidade que eu amo e por essa população batalhadora, a qual eu admiro muito. E quanto ao futuro, penso numa cidade com um próximo gestor muito firme e responsável com as finanças do município. Que esteja cercado de pessoas de bem, que ame Santa Rita e que trabalhe 24 horas por esse município. 

Que entenda que a Prefeitura hoje tem que ser tocada como uma empresa privada, com resultados sociais constantes e decisões diárias que precisam de coragem, sabedoria e equilíbrio para não prejudicar quase 30 mil munícipes. Espero que Santa Rita continue sendo respeitada no Estado e no Brasil, por ser pequena, mas com princípios de cidade grande. 

Que o futuro gestor ouça e respeite os funcionários, o poder Legislativo, o Ministério Público, o Judiciário e a sociedade como um todo. Que Deus ilumine esta pessoa e que ela entenda que será prefeito (a) por um tempo e não tome medidas que possam prejudicar um município que hoje está estável e equilibrado.