3o Mutirão para retirada de RG será realizado na cidade e na Estrela


A prefeitura de Santa Rita do Passa Quatro e o Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt (IIRGD), órgão da Polícia Civil do Estado de São Paulo, irão promover mais um mutirão para emissão de documentos de identidade (RG) para moradores do município.

A terceira edição do mutirão acontece nos próximos dia 12 de fevereiro, quarta-feira, à partir das 9 horas, na EMEF João Baptista da Rocha Corrêa, no distrito de Santa Cruz da Estrela. Depois segue para o Centro Cultural Mario Covas, nos dias 13, 14 e 15 de fevereiro (quinta-feira, sexta-feira e sá- bado), a partir das 9 horas, atendimento por ordem de chegada.

Mais uma vez o trabalho será realizado pelo Setor de Identificação Móvel do IIRGD e visa a emissão do documento para menores de 18 anos (1a via) e renovação (2a via). Cerca de 10 policiais civis, entre papiloscopistas e auxiliares do IIRGD, farão o atendimento.

Para emissão da 1a via, o serviço, gratuito, porém só pode ser oferecido a menores de 18 anos que ainda não possuem o documento. Para isso será necessário apresentar a original da Certidão de Nascimento e uma foto 3/4 recente, colorida, e com fundo branco. Menores de 16 anos devem estar acompanhados dos pais ou responsável legal (portando a guarda ou tutela). Com idade entre 16 a menores de 18, basta a apresentar a certidão e a foto.

Para renovação (2a via) será necessário pagar uma taxa de R$ 39,80 e apresentar original ou cópia do RG anterior, foto 3/4 recente, colorida, com fundo branco, certidão de nascimento ou casamento atualizada, com averbação em caso de viuvez ou separação. Estão isentos da taxa desempregados, mediante apresentação de carteira de trabalho, idosos (mulheres com idade acima de 60 anos e homens acima dos 64 anos). Serão emitidos apenas a 2a via de documentos do Estado de São Paulo.

A emissão do RG é uma atribuição da Secretaria da Segurança Pública dentro do Estado de São Paulo, a emissão dos novos documentos é feita por intermédio do IIRGD. Os dois primeiros mutirões na cidade foram realizados em novembro e dezembro de 2019, com cerca de 750 pessoas atendidas.

A realização dos mutirões foram definidas em função da grande demanda apresentada no município, em conjunto com delegado Domingos Antonio de Mattos, do diretor Administrativo da prefeitura, Luiz Aparecido Correia, do chefe do serviço itinerante do IIRGD, Jorge Lavaro Gonzaga, e da auxiliar de papiloscopista Marta Ferreira Cheles da Silva, o policial civil Rodrigo Boscoli e além do policial civil aposentado e voluntário Ademir Fiorelli, que está colaborando com a ação.