Cursos do Fundo Social de Solidariedade formam mais sete turmas em 2019


Em cerimônia promovida na última terça-feira (17/12), o Fundo Social de Solidariedade do Município de Santa Rita do Passa Quatro formou mais um grupo de profissionais, capacitados graças a parcerias entre Prefeitura Municipal, FUSP (Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo) e Senai-SP.

O evento aconteceu no Centro Cultural Mario Covas, onde foram entregues os certificados de conclusão para formandos dos cursos de Pedreiro, Trabalhos Manuais, Maquiagem, da Escola de Beleza e Bem Estar do FUSP, Padaria Artesanal, Assistente de Cabeleireiro, Auxiliar Administrativo e Fundamentos de Logística e Eletricista, esses últimos certificados pelo Senai-SP.

Os cursos foram ministrados no Centro Profissionalizante Professora Márcia de Souza Menegassi (antigo prédio do Sesi), Santa Cruz da Estrela, CRAS, Jardim Nova Santa Rita. No total, 139 pessoas concluíram e receberam seus certificados.

Estiveram presentes na cerimônia a vice-prefeita Maria Rita Mondin de Oliveira, a presidente do Fundo Social de Solidariedade do município, Sra. Vera Luciano dos Santos, a diretora do Departamento Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Iara Regina Lorencetti Crotti, a coordenadora do FSS Célia de Fátima Casagrande Claro de Oliveira, o Gestor do Programa Bolsa Família Henrique Pazine, o vereador Lucas Comin, e o coordenador de Relacionamento com a Indústria e representante do Senai, Luciano Aparecido Casagrande Campaner, além dos professores José Augusto Zorzi (eletricista), Francisco Danielato (pedreiro), Sebastiana Barbosa Otaviano (trabalhos manuais), Joana Darqui Vinhal (assistente de cabeleireiro) e Maria Lucia Torezan (padaria artesanal).

Em seus discursos, a presidente do Fundo Social de Solidariedade e a vice-prefeita agradeceram o empenho de todos na realização dos cursos e parabenizaram os formandos pela conquista. Em seguida os formandos, um a um, receberam seus certificados.

Os cursos acontecem com objetivo de possibilitar o reconheci- mento do trabalho e da formação como direito de cidadania e desenvolver conhecimentos sobre o mundo profissional e competências específicas básicas, além de contribuir para a inserção, reinserção e permanência no mercado. Em fevereiro de 2020 iniciam as novas turmas.