Prefeito participa de reunião sobre projeto para atrair turista do Chile em SP


O prefeito de Santa Rita do Passa Quatro e presidente da Aprecesp (Associação das Estâncias Turísticas do Estado de São Paulo, Leandro Luciano dos Santos, esteve reunido na última quarta-feira (30/10), em São Paulo, com representantes da empresa AWT Brasil, que representa a companhia aérea Sky Airline.

Participaram também da reunião o secretário executivo, Marcelo Lima Costa, e o Chefe de Gabinete da Secretaria Estadual de Turismo de São Paulo Guilherme de Miranda Clementino, e com nosso engenheiro responsável por convênios com o Dadetur (Departamento de Apoio as Estâncias), Renato Camargo, e a nossa gerente de Relações Institucionais Marcia Azeredo.

O assunto foi a futura parceria com o AWT/Sky Airline, com objetivo de atrair turistas chilenos para as estâncias e MITs (municípios de interesse turísticos) paulistas, no interior e litoral. De acordo com a AWT, entre nos último anos, a empresa transportou quase 500 mil turistas do Chile para São Paulo, em cerca de 31 mil voos. Porém, a capacidade é de praticamente dobrar esse número, já que foram oferecidos quase 900 mil assentos em suas aeronaves. Ainda de acordo com os números da companhia, os chilenos passam em média aproximadamente 10 noites no Brasil e gastam cerca de 83,6 dólares por noite e 769,4 dólares com estadia.

“Nós da Aprecesp estamos intermediando a participação das estâncias e MITs, bem como a parceira da Secreta- ria de Turismo de SP, neste projeto que sem dúvida irá gerar muitos frutos para todos, com o crescimento do Turismo no Estado e criação de novos empregos para a nossa população”, disse o prefeito.

SECRETÁRIO DE TURISMO

Na quinta-feira (31/10), ainda em São Paulo, o prefeito esteve reunido com o secretário de Turismo do Estado de São Paulo, Vinicius Lummerts. Também com a presença do prefeito de Campos do Jordão, Fred Guidoni, a reunião tratou de diferentes ações de fomento turístico para as Estâncias Turísticas, dentre elas, a chamada “rota cênica”, uma campanha voltada para o turismo interno no Estado, além da conectividade aérea, nas proximidades de cidades com aeroporto, como São Carlos, por exemplo.

Outros assuntos tratados foram as parcerias entre o setor público e a iniciativa privada, por exemplo com empresas de hotelaria; turismo da terceira idade e turismo fora de época.