Controle de vetores realiza ação de eliminação de criadouros no Jardim Planalto


A equipe de Controle de Vetores, do Departamento de Saúde, da Prefeitura Municipal de Santa Rita do Passa Quatro, promoveu no último dia 31 de outubro, quinta-feira, uma ação de eliminação de criadouros do Aedes aegypti, mosquito transmissor das doenças da Dengue, Zika Vírus, Chikungunya e Febre Amarela.

O trabalho aconteceu no Jardim Planalto, incluindo ama Área de Preservação Permanente (APP) existente no bairro. O resultado da atividade foi a recolha de 700 quilos de material descartado irregularmente e que poderia ser tornar criadouros, como sacos plásticos, lonas e embalagens. Do total, foram recolhidas cinco amostras de larvas para serem analisadas.

Esta foi a terceira ação com o mesmo objetivo promovida no mês de outubro. No dia 18/10, sexta-feira, trabalho foi realizado nos córregos Rangel e Capituva. No dia 22/10, terça-feira, a ação aconteceu em APP nas proximidades do bairro Jardim Bonanza e nas margens do córrego Água Espraiada. Todo material recolhido recebe destinação correta.

FINADOS Em função do Feriado Nacional de Finados, celebrado anualmente no dia 2 de novembro, a Equipe de Controle de Vetores intensificou sua atuação no Cemitério Municipal local. Os agentes trabalharam no local na quinta e sexta-feira (31/10 e 1/11), dias que antecederam o feriado, com trabalho especialmente de orientação, com exposição de vetores e explicações sobre arboviroses e escorpiões, além de entrega de areia para serem colocados nos vasos aos frequentadores do cemitério.

CASOS EM 2019 De acordo com os dados da Vigilância Epidemiológica do município, em 2019, até o momento foram feitas 112 notificações de suspeitas, com 56 casos confirmados como positivos. A equipe de Controle de Vetores está nas ruas com trabalho de orientação, combate e prevenção, com o chamado bloqueio ativo e, em alguns casos até nebulização, sempre atenta ao chamado Índice de Breteau (IB), que define a quantidade de insetos em fase de desenvolvimento encontrados nas casas, pela quantidade de total vistoriadas.

A recomendação é que a população deve ser prevenir. Qualquer recipiente que possa acumular água pode ser um possível criadouro do mosquito Aedes aegypti. É importante que alguns cuidados sejam tomados, como: lavar bebedouros de animais; não ter pratinhos em vasos de plantas; eliminar qualquer tipo de recipiente que acumule água.