Quer melhorar de vida? Comece cuidando de sua casa!


O apego às tranqueiras é um forte indicativo de que você está ligado ao passado, e isso não permite que você siga em frente e encarre o futuro.

Nossa casa é uma extensão de nós mesmos, é o nosso reflexo. Se quiser mudanças em sua vida, primeiro cuide de seu lar.

Se o lugar onde você mora segue limpo e organizado, a sua mente também permanecerá em ordem e, consequentemente, os assuntos de sua vida começam a se organizar.

Regras gerais

Decidiu limpar tudo o que lhe incomoda? Faça-o sem piedade. Tenha em mente as seguintes regras:

  • Antes de comprar algo novo, desfaça-se de algo velho;
  • Se não usa algo há dois anos, certamente não o usará nunca mais;
  • Pergunte-se: o que tenho me faz feliz ou, simplesmente, não consigo dar um fim? No último caso, chegou a hora de se desfazer;
  • Suas lembranças não são objetos físicos. Desfazer-se do velho e quebrado vaso de flores de sua avó não significa que você se esqueceu de como ela era maravilhosa;
  • Se não sabe se deve ou não jogar algo fora, esconda-o por um mês. Se o utilizar durante este período, pode ficar com o item. Caso contrário, desfaça-se;
  • Não é necessário jogar tudo fora. É provável que você tenha coisas que sejam novas, que comprou e nunca usou. Doe para a caridade ou faça um bazar.

Guarda-roupa

Quando você mantém roupas e sapatos velhos, com a ideia de que ’por acaso’ um dia poderá usá-los, acabará permitindo que este momento chegue. Assim, um dia, você se verá obrigado a usar calças rasgadas no meio da perna, por exemplo.

Se entrar nessa vibe, acabará embarcando na filosofia da pobreza. Com ela, acreditará que não pode comprar algo novo e que precisa do velho, remendado e fora de moda.

  • Jogue fora tudo o que estiver desgastado, manchado e furado;
  • No guarda-roupa, mantenha apenas as peças que realmente gosta. Elas lhe dão segurança, têm melhor caimento e lhe fazem se sentir especial. Essa sensação será percebida pelas pessoas ao seu redor;
  • As roupas que pinicam ou que fazem com que você se lembre de momentos desagradáveis devem ir direto, e sem piedade, para o lixo;
  • Organize suas roupas por cor e estilo. No armário, guarde apenas peças limpas e em ordem com as costuras;
  • Tente manter seu guarda-roupa sempre organizado.

Quarto e móveis

Tem a sensação de que algo se opõe à realização de seus planos? Olhe em volta. Quanta tranqueira está ao seu redor? Saiba que esse acúmulo de itens impede a circulação de ideias.

Quando nossa casa está cheia de utensílios que gostamos e usamos, a energia flui. Caso contrário, se estanca.

  • Jogue fora pratos e espelhos danificados;
  • Tire o pó dos objetos;
  • Para os eletrodomésticos, vale a seguinte regra: se não funciona, conserte-o ou jogue fora;
  • Doe os livros que comprou por impulso e que nunca leu. Fique apenas com as obras que refletem o que você é hoje e o que quer ser amanhã;
  • Não deixe a organização para depois. Escolha um dia e resolva o que fará com a tranqueira que toma conta de sua casa;. 
  • A vida útil de colchões e divãs é de, em média, dez anos. A das almofadas, de três anos;
  • Limpe e organize a sua casa da melhor forma possível;
  • Prepare com cuidado e carinho todas as refeições, até as mais simples;
  • Não espere uma ocasião especial para por uma bela mesa;
  • Quando for comprar algo, pense no que isso causa em você. Provavelmente, essa sensação lhe acompanhará durante toda a vida útil desse objeto;
  • Compre apenas com o que for útil. Não desperdice dinheiro e energia com coisas bonitas, mas sem utilidade;
  • Mude os móveis de lugar. A ação renova o ambiente;
  • Não banque o acumulador. Evite colocar dentro de casa tudo o que encontra e acha bonito;
  • Não se apegue aos bens materiais. Se quiser mudanças positivas em sua vida, prepare espaço para elas.