Notícias da Estrela


FUTEBOL – No final de semana passada o Grêmio Estrelense teve sua jornada duplicada. No sábado a tarde enfrentou uma equipe de Porto Ferreira, vencendo por 4x1. Com dois gols do Flavio, um do Afonso e finalizando com um gol do Pastor. No domingo de manhã, com menos de 16 horas já estava novamente em campo, confrontando, com uma forte equipe de Santa Rosa do Viterbo, onde foi derrotado pelo placar de 5x2.

Sendo que o primeiro tempo, terminamos com o placar de 1x1, mas no segundo tempo, devido a algumas lesões e o cansaço, não foi possível segurar o placar, onde veio a diferença. Sendo a segunda vez em menos de dois meses que ocorre esta jornada dupla. A equipe do Grêmio, saiu ainda sob elogios dos torcedores que entenderam o esforço dos atletas e os parabenizaram. 

Neste fim de semana estaremos viajando para Casa Branca onde enfrentaremos na Fazenda Brejão, o time de lá. A nossa montagem da equipe ainda não está concluída. Estamos também dando oportunidade aos jovens da comunidade que pretenderem praticar do esporte com responsabilidade e seriedade. Afinal temos um nome tradicional a zelar.

RISCO A COMUNIDADE l - PODA DE ÁRVORES - Faz-se necessário que se tome algumas providências neste sentido. Já houve reclamações e preocupações dos moradores de próximo a Creche, devido a curtos circuitos provocados por galhos de árvores durante o passar de ventos. 

Causando apreensão quanto ao rompimento de circuitos elétricos, como queda de fios, levando a risco ao local. O mesmo acontecepróximo a nossa Escola João Baptista da Rocha Correa, fomos até alertados pela Elektro, do risco que uma enorme árvore, seca, está proporcionando a linha de alta tensão que ali passa. Mais um perigo que tem urgência de ser sanado.

RISCO A COMUNIDADE ll – Faz-se urgência, aproveitando agora a época de estiagem, o reparo de trechos do acostamento da vicinal que liga Santa Cruz da Estrela a Tambaú, existem vários trechos em que o concreto está danificado, formando crateras, que colocam em risco o tráfego local, como também oferecem a oportunidade de rompimento de trechos do asfalto. Uma coisa a ser vista e planejada é a recuperação com certa urgência.

RISCO A COMUNIDADE lll – Mais uma preocupação na vicinal que liga a Tambaú, na saída da zona urbana, váriospostes com fiação próximos a pista, estão apresentando certainclinação preocupante. Mais um caso que nos preocupa, pois se trata de um local com muito movimento, tanto de veículos como de pedestres.

REFLEXÃO - Não estamos satisfeitos com a função de espectadores, de nossa cidade. Vemos reuniões e mais reuniões, para decidirem isto, aquilo em prol do turismo, em prol dos serviços urbanos, em prol da cultura, etc...

Mas nada disto chega até nós, nada disso tem a nossa opinião ou participação.

Mas podem dizer: - Mas sabem onde acontece aqui na cidade, é só virem...

Ai eu pergunto: - COMO?

Não temos linhas de ônibus urbanos aqui. Temos apenas um ônibus que durante a semana e de dia levam os trabalhadores, saindo as 6 horas da manhã e voltando as 18 horas.Com exceção de sábados, domingos e feriados.

Na realidade ficamos isolados dos acontecimentos da cidade.

Nossos jovens, veem as notícias do centro olímpico, com divulgação de projetos, etc... Mas se sentem excluídos.

Nossos idosos, veem falar das aulas de hidroginásticas para idosos etc... Mas também são excluídos.

Ouvimos e vemos divulgação de eventos culturais na cidade... Mas também somos excluídos.

Não há um planejamento que nos acolha, que nos integre a cidade, que nos faça sentir parte dela, ou ela fazer parte de nós.

Antigamente tinha a nossa Dona Dulce, que ajudava a divulgar nosso recanto, pois todos os dias tínhamos aqui, veículos não só da nossa cidade mas de várias cidades da região, até da capital.

Hoje quem traz um pouco de gente aqui é o Grêmio Estrelense, na sua incansável luta pelo esporte.

Se não fosse isto os jovens de Santa Rita nem saberiam onde fica a Estrela. Na realidade somos mais conhecidos por pessoas de outras cidades. Nessa nossa luta, nessa nossa viagem, que travamos aqui, conseguimos levar um pouco de nossa história, nas quadras de vôlei adaptado, nos campos de futebol, nos encontros de poetas e através do meu programa de radio tenho divulgado este nosso paraíso até no exterior. Hoje na cidade de Morélia no México, se fala de Santa Cruz da Estrela.

Este meu apelo pela integração, não é só pela Estrela, mas pelos bairros como um todo.

Pelo nosso povo, por Albinópolis também, que poderia ser também um grande polo industrial e turístico de nossa cidade. Santa Rita do Passa Quatro, uma cidade de nome muito GRANDE para ser muito PEQUENA.

VAMOS BUSCAR O LUGAR QUE MERECEMOS. NÃO QUEREMOS SER FIGURANTES, QUEREMOS SER PROTAGONISTAS. -AMÉM.