Delegado Responde - A verdade sobre o caso do assalto na empresa Missiato


JORNAL O SANTARRITENSE - Dr. Domingos, na semana passada a cidade ficou em pânico, tendo em vista um assalto ocorrido na Missiato Indústria e Comércio. Comentários sobre troca de tiros, feridos e muitos outros permearam as redes sociais. O senhor poderia esclarecer sobre estes fatos? Quais são os verdadeiros e quais são fakes?

DR. DOMINGOS ANTONIO DE MATTOS - Com certeza estes graves acontecimentos geraram vários comentários em nossa cidade. De fato a ação criminosa, praticada por várias pessoas, o roubo de cofres e tiros disparados ocorreram.

J.O.S. – O senhor poderia falar sobre a verdade deste fatos?

DR. DOMINGOS - Por voltadas 23:50 horas, o vigilante que estava na guarita da indústria foi subjugado por um indivíduo, o qual estava na posse de uma arma longa, sendo obrigado a sair, tirar a camisa e ficar ajoelhado no meio da rua sob vigilância. 

Em seguida outros assaltantes se dirigiram até um portão, localizado após o escritório, o qual foi arrombado e permitiu a entrada de dois veículos, sendo um automóvel Kia Sorento, preto, roubado em Ribeirão e uma camionete, S-10, roubada em Tambaú. Na dinâmica dos fatos, também arrombaram uma porta de madeira, que dá acesso ao escritório da indústria e de lá subtraíram três cofres, os quais foram carregados na camionete. Findo tais atos, os assaltantes fugiram do local.

J.O.S. – Dr. Domingos, é verdade que, durante o assalto, ocorreu troca de tiros?

DR. DOMINGOS - Não da forma propagada nas redes sociais. No momento em que o vigilante foi subjugado e obrigado a ficar ajoelhado no meio da rua, os assaltantes fizeram um cerco na rua e adjacências efetuando disparos para o alto, forçando os motoristas que ali passavam a retornar.

J.O.S. – Então os assaltantes não dispararam contra veículos?

DR. DOMINGOS - Não. Os disparos foram para o alto, porém, nestes atos, um ônibus e um veículo Ford Corcel, estacionados em uma rua paralela, foram atingidos por disparos.



J.O.S. – Na ocasião, em nossa redação chegaram notícias de que policiais haviam sido feridos durante o confronto. Isto procede?

DR. DOMINGOS - Como já informei, não ocorreram trocas de tiros bem como ninguém se feriu durante a ação criminosa.

J.O.S. – E com relação aos valores subtraídos?

DR. DOMINGOS - Na verdade, os cofres estavam com muito pouco valor em dinheiro, sendo que em seu interior, haviam documentos diversos da empresa, passaportes e outros. Acreditamos que a quadrilha tenha recebido informação errônea sobre a existência de valores em espécie no local. Atualmente as firmas trabalham com transações bancárias, não mais guardando numerários em suas dependências.



J.O.S. – Tivemos também uma informação de que até um aparelho “drone” foi usado na ação. O senhor confirma esse fato?

DR. DOMINGOS - Esta informação chegou ao nosso conhecimento mas, até este momento, não possuímos nenhuma evidência comprobatória do uso deste tipo de aparelho na ação criminosa.

J.O.S. – E quais as providências adotadas pelo senhor?

DR. DOMINGOS - Ciente da ocorrência, compareci no local, determinei o comparecimento de perito criminal bem como o início das investigações.

J.O.S. – Sobre as investigações, o que o senhor poderia falar?

DR. DOMINGOS - Quanto às investigações, de imediato foram coletadas as imagens do circuito de segurança da indústria e de outras localidades da cidade para análise. Desta forma, identificamos por onde os meliantes chegaram na cidade e sua rota de fuga. Outros trabalhos de investigação e de inteligência policial estão sendo desenvolvidos e, em momento oportuno, devido ao sigilo necessário para o sucesso destas diligências, informaremos nesta coluna.

J.O.S. – Há algo mais sobre os fatos que o senhor poderia informar?

DR. DOMINGOS - Posso informar que os veículos usados no assalto foram encontrados na área rural do município de São Simão/SP. Na madrugada de domingo para segunda-feira, entre um canavial e uma mata existente naquele município os veículos foram encontrados totalmente queimados. Ainda, no local, foram encontrados os cofres subtraídos, os quais foram totalmente danificados pelos meliantes para sua abertura. Apenas os documentos estavam em perfeitas condições.