Radares em pedágios de SP multam carros que excedem velocidade de 40 km/h


Três pedágios no interior de São Paulo já estão multando veículos que excedem a velocidade de 40 km/h ao passarem pelas cabines automáticas (conhecidas como Sem Parar). O flagra é realizado por meio de lombadas eletrônicas, que fotografamos carros por meio de radares instalados ao lado das passagens. As operações começaram no dia 11 de fevereiro.

Já são 12 radares instalados nas praças de Jaú, Coronel Macedo e Boa Esperança do Sul. Todas ficam no sudoeste paulista, local que dará início aos trabalhos de consciência do motorista em pedágios de passagem automática.

No total, o governo já autorizou a instalação de lombadas eletrônicas em praças de onze cidades. Além das que já estão funcionamento, aguardam homologação as cabines de Ituverava, Sales Oliveira, Sertãozinho, Pitangueira, Pongaí, Marília, Echaporã e Florínea.

Para que as concessionárias possam instalar os radares, é necessária a autorização do Departamento de Estrada e Rodagem (DER), órgão ligado ao governo do Estado.

O acordo para a instalaçãode lombadas eletrônicas nas cabines automáticas veio na renovação de concessões com as empresas que administram as praças. De acordo com a Agência de Transportes do Estado deSão Paulo (Artesp), o custo para manutenção de cabines danificadas por veículos que ultrapassavam a velocidade máxima indicada para a passagem era alto e motivo de reclamação das mesmas.

A velocidade máxima de 40 km/h pelas cabines eletrônicas não subiu desde o surgimento das mesmas, em 2000. Ainda que a cancela abra em velocidades superiores, varia entre as praças.

Nas cabines automáticas, os veículos passam pelaspraças sem a necessidade de parar para efetuar o pagamento, que é realizado por meio de um chip instalado no carro.

Os valores da multa aplicada pelos radares instalados nos pedágios seguem o Código Brasileiro de Trânsito. O motorista que ultrapassar 40 km/h em até 20% comete a infração média e sofre quatro pontos na carteira de habilitação, além de pagamento de multa no valor de R$ 130,16. De 21% a 50% a infração grave e punição de cinco pontos na CNH mais multa de R$ 195,23. Acima de 50%, infração gravíssima, com sete pontos na CNH e multa de R$ 295,47.