Família de Santa Rita se perde em mata após ser atacada por abelhas na Cachoeira dos Macacos


Na tarde de domingo, dia 13 de janeiro, uma família (5 pessoas) de Santa Rita foi passear na Cachoeira dos Macacos quando por volta de 16h00 foi atacada por abelhas, fazendo com que, ao fugir dos ataques, se perdesse no local.

Mesmo também atingido pelas picadas, o pai conseguiu chegar na estrada e acionou socorro. O SAMU, equipes do Corpo de Bombeiros de Porto Ferreira (SP) e de Ribeirão Preto, Policiais Militares de Santa Rita, juntamente com o apoio do Grupamento Aé- reo, resgataram as vítimas.

Os enxames estavam por todo lado, o que colocou também em risco os profissionais.

Tinha que ser feito uma operação de emergência, pois apesar de parecerem inofensivas, as abelhas podem representar mais perigo do que se imagina. Pessoas hipersensíveis podem inclusive morrer de uma única ferroada, sem contar a dor que sentem pelas picadas.

Além disso o local é de difícil acesso e eles corriam contra o tempo devido o cair da tarde, afinal a mata já é fechada.


Por isso foi necessário solicitar também o apoio do helicóptero Águia da Polícia Militar de Ribeirão Preto que retirou as vítimas do local inseguro com uso do cesto conectado a aeronave.

A família foi localizada e resgatada duas horas depois. Segundo os bombeiros, uma das mulheres chegou a ter arritmia cardíaca devido ao susto. Uma criança de 11 anos foi medicada com antialérgicos. Apesar de tanto medo e desespero, todos ficaram bem após receberem atendimentos médicos.

A equipe de O Santarritense ficou em contato com os socorristas durante todo tempo e acompanhou a dificuldade dos mesmos em atender a ocorrência, pois segundo uma das testemunha todo o percurso contava com enxames de abelhas, o que estava colocando os profissionais também em risco.

Ressaltamos que a Cachoeira dos Macacos, que é um local belíssimo, tem três quedas mas é de difícil acesso, feito por trilhas.