Delegado Responde - Roubos, furtos e desaparecimento de pessoas


JORNAL O SANTARRITENSE - Dr. Domingos, em nossa redação, recebemos a notícia de que a semana contou com ocorrências de roubos, furtos e de desaparecimento de pessoas.

DR. DOMINGOS ANTÔNIO DE MATTOS - Sim, é verdade. Duas ocorrências de roubo foram registradas em nossa cidade, as quais já merecem o trabalho de nosso setor de investigações.

J.O.S. - Poderia falar sobre estes episódios?

DR. DOMINGOS - O primeiro roubo, registrado na área rural de nossa cidade, ocorreu no período da manhã onde a vítima, estando em sua casa, ouviu uma pessoa lhe chamar pelo nome e, ao atender, foi subjugados por dois indivíduos. Chamou a atenção pela narrativa da vítima o fato de que os assaltantes sabiam da existência de uma arma de fogo em sua casa.

Na ação criminosa, além de arma – diga-se: registrada e documentada – foram levados talões de cheque, eletroeletrônicos e pertences pessoais. Os objetos foram carregados no veículo de propriedade da vítima e os assaltantes, após o término da ação que durou aproximadamente 35 minutos, a amarraram e saíram do local. Após a saída dos assaltantes, a vítima conseguiu se desvencilhar das amarras, onde ligou para a Polícia Militar. A vítima não sofreu lesões corporais em razão deste episódio.

J.O.S. - Houve outro registro de roubo, como o senhor falou. Também foi na área rural desta cidade?

DR. DOMINGOS - Este roubo ocorreu no centro desta cidade, na Praça da Estação, às 08:00 horas. As vítimas que aqui compareceram, narraram que estavam sentadas nas imediações da Praça da Estação, onde um indivíduo, conduzindo uma bicicleta, se aproximou e os intimidou, exigindo que entregassem a carteira. Apesar de não terem visto arma – branca ou de fogo - ficaram temerosos com a reação deste indivíduo, caso não entregassem a carteira. Nesta rápida ação foram levados os documentos pessoais das vítimas, bem como certa quantia em dinheiro.

J.O.S. - O senhor também falou sobre furtos ocorridos em nossa cidade. Poderia falar sobre estes acontecimentos?

DR. DOMINGOS - Nesta semana, novamente tivemos registros de furtos em residência e também de cabos telefônicos e de animais. Os casos estão sob investigação de nosso setor mas, como já disse em outras oportunidades, contamos com a colaboração, inclusive de forma anônima, para a coleta de informações visando o esclarecimento da autoria do crime, bem como da recuperação dos bens subtraídos.

J.O.S. – Em relação ao desaparecimento de pessoas ocorridos nesta cidade. Poderia falar sobre?

DR. DOMINGOS - O primeiro desaparecimento registrado, se trata de um rapaz que, após jantar com familiares, saiu daquele local e não deu notícia de seu paradeiro. Dois dias após o registro dos fatos, referida pessoa foi encontrada, em perfeitas condições, alegando que por problemas em âmbito familiar, decidiu perambular por vários locais, o que fez com seu veículo.

J.O.S. - O segundo desaparecimento teve o mesmo desfecho?

DR. DOMINGOS - O segundo caso registrado, trata-se de um registro de certa forma tardio. Nesta unidade compareceu uma senhora narrando que seu filho, há seis meses, não mais lhe fez contato, nem deu notícias de seu atual paradeiro, sendo que a última informação que recebera é que este fora visto no município de Ribeirão Preto. Até o presente momento, não temos notícia de seu encontro.