Como evitar a ansiedade digital? Confira dicas úteis para te ajudar.


Semana passada falamos sobre a ansiedade digital. O uso excessivo de Internet e a dependência cada vez maior da Internet fez com que notificações, postagens novas e todo o conteúdo de sites e redes sociais fizessem parte do nosso dia a dia, mas de uma maneira ruim. Entretanto, é possível usar a Internet de maneira melhor, evitando sofrer de ansiedade, por exemplo.

Separei, para ajudar, algumas dicas, que podem ser úteis pra todos aqueles que sabem que podem usar a Internet de maneira adequada, mas sem se deixar dominar por ela. Espero que seja útil e fique a vontade para levar estas informações para mais pessoas.

Você não é obrigado a ficar disponível 24 horas: O seu WhatsApp pode ficar conectado 24 horas por dia, mas você não precisa. Ninguém é obrigado a visualizar e responder mensagens instantaneamente. Por isso, fique tranquilo quanto a troca de mensagens em redes sociais e, se há a necessidade explícita de falar com alguém, ligue para esta pessoa. Ou deixe o recado, e quando ela puder, te responderá. O mesmo vale para você, não se apresse para responder todas as mensagens.

Ative o não perturbe: existe hora pra tudo no nosso dia, inclusive para descansar. Smartphones Android e iOS contam com um recurso chamado Não Perturbe. Você pode programar os horários de funcionamento, e, uma vez ativado, seu celular não irá notificar, salvo números de pessoas próximas que você pode adicionar neste recurso.

Desligue as notificações: Com exceção de casos bem específicos, grande parte das notificações de nosso smartphone, ou computador, são inúteis. São spams, divulgação de jogos, likes nas redes sociais e muitos outros elementos que podem ser conferidos mais tarde. Passar um dia sem muitas notificações no seu smartphone podem mudar seu dia, e pra melhor.

Menos é mais: pra quê tantos aplicativos, ou tantas notificações? Faça uma 'limpeza' em seu dispositivo. Retire tudo aquilo que só ocupa espaço no seu aparelho, e deixe apenas o essencial para o seu uso, seja no trabalho, ou no entretenimento. E, depois, considere também deixar ativas apenas as notificações úteis, os grupos de WhatsApp, e tudo o mais que só contribui para "inflar" seu dia-a-dia.

Curta a vida, mas sem "mostrar": Seja em casa, lendo um livro. Ou visitando um amigo distante. Ou curtindo o por do sol.  Ou ouvindo música. Cada um de nós temos nossos hobbies para o dia a dia, e alguns deles não precisa de um smartphone. Lembre-se que não é preciso mostrar "tudo" o que você vive, e não há a necessidade de mostrar todos os momentos. Colocar um passeio no stories é legal, mas também vale a pena curtir outros momentos com o smartphone em casa.