Com apoio da prefeitura, Santa Rita ganha nova rampa de voo livre


O turismo está entre os maiores geradores de oportunidades de emprego e renda em todo Brasil. O Estado de São Paulo vem avançando no setor e oferecendo destinos para turistas que estão em busca de novas experiências e o turismo de aventura tem sido um dos mais requisitados.

Santa Rita do Passa Quatro, sempre foi considerado um município com grande potencial para o turismo e o governo municipal do prefeito Leandro Luciano dos Santos está empenhado em cada vez mais fomentar a atividade e oferecer ao turista o que ele procura gerando, como resultado, mais oportunidades para a população.

Além de obras de infraestrutura em pontos turísticos, como Três Quedas, Cristo Redentor, Parque Turístico Municipal, Museu Zequinha de Abreu, entre outros, um recente investimento no setor já está colhendo frutos.

Há alguns anos, uma área de terra popularmente chamada de “Rampa da Espanhola”foi localizada por amantes do voo livre (paraglider). Entretanto o local é particular e deveria ser regularizado para poder receber os praticantes do esporte. Recentemente a prefeitura municipal atendeu a uma solicitação da Associação de Voo Livre de Santa Rita do Passa Quatro e locou a área com objetivo de ser destinada à atividade.

Após todos os trâmites legais, a Rampa foi finalmente liberada para os aventureiros e no último dia 9/12, domingo, recebeu praticantes de voo de cidades como Rio de Janeiro, Mogi das Cruzes,São Paulo, Campinas, Araras, Porto Ferreira, Ribeirão Preto, Jaboticabal, além de pilotos locais.

Ao todo foram mais de 40 decolagens em apenas um dia e o local já é considerado uma das melhores rampas do Estado de São Paulo e do Brasil para voos da modalidade XC (distância). O prefeito também esteve no local para conferira atividade e ficou bastante entusiasmado com o potencial do município para a atividade.

O dia também marcou a quebra do recorde paulista de distância, com o piloto Emerson Miranda, de Mogi das Cruzes, que decolou em Santa Rita e pousou mais de seis horas depois a 171 quilômetros de distância, próximo ao município de Pederneiras, no centro do Estado. O recorde anterior, de 147 quilômetros, também partiu de Santa Rita, porém a decolagem foi no Morro Itatiaia, outra rampa em uso na cidade.

A expectativa é que Santa Rita a partir de agora comece a receber muitos praticantes do esporte, fomentando o turismo de aventura no muni- cípio e oferecendo ainda mais oportunidades de emprego e renda para a população.