Delegado Responde: Falecimento de criança e cigarros contrabandeados


JORNAL O SANTARRITENSE – Doutor Domingos, procede à notícia de que uma criança faleceu em nosso município e as circunstâncias de sua morte são suspeitas, inclusive com comentários de que a mesma havia sofrido violência sexual?

DR. DOMINGOS ANTÔNIO DE MATTOS – Segundo o que foi relatado para a Polícia Civil e deu ensejo a elaboração do RDO nr. 593/2018, da Central de Polícia Judiciáriade Porto Ferreira, na manhã do dia 06 p.p., a vítima, uma criança de 10 anos de idade, estava na casa da avó, sito na Vila Mara Cristina, nesta cidade de Santa Rita do Passa Quatro, quando se sentiu mal e foi levada até a Santa Casa, onde, após ser medicada foi liberada.

No período da tarde novamente a criança se sentiu mal, foi socorrida, mais deu entrada na Santa Casa já em óbito, sendo então solicitado encaminhamento para o SVO (Serviço de Verificação de Óbitos) a fim de se constatar a causa da morte. No SVO a genitora da vítima teria comentado sobre suposto abuso sexual sofrido pela mesma em dezembro de 2017 e por ela relatado apenas no dia anterior a sua morte. Ante esses fatos o cadáver foi então encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) para realização dos exames de praxe.

J.O.S. – E qual foi à causa da morte?

DR. DOMINGOS – Durante a realização da necropsia os Drs. Legistas não encontraram elementos que permitissem identificar a causa da morte da criança, sendo então colhido material que foi encaminhado para exames de laboratório e somente com o resultado a mesma poderá ser determinada. Não foram observados pelos Legistas sinais de violência sexual e o hímen estava íntegro. Inquéritos vão ser instaurados para apuração das circunstâncias em que ocorreu a morte da criança, bem como do suposto abuso sexual.

J.O.S. – Essa semana a Polícia Civil apreendeu uma quantidade considerável de cigarros contrabandeados e também prendeu um elemento que estava sendo procurado. O Doutor pode comentar essas ocorrências?

DR. DOMINGOS – Na manhã do dia 11 de setembro, durante a realização de Operação, Policiais Civis de nossa Cidade fiscalizaram um estabelecimento comercial situado no Jardim Boa Vista onde encontraram alguns maços de cigarros, marca Eight, possivelmente contrabandeados e que ali estavam sendo comercializados. Ato contínuo os Policiais Civis se dirigiram até a casa do suspeito onde foram encontradas duas caixas cheias de pacotes de cigarros e outros pacotes avulsos, todos da marca Eight. No total foram apreendidos 1088 maços de cigarros, os quais foram encaminhados para exame pericial junto ao Instituto de Criminalística de São Carlos.

J.O.S. – O suspeito foi preso?

DR. DOMINGOS – Ele foi conduzido até a Delegacia de Polícia onde prestou declarações e foi liberado, no entanto irá responder pelo crime de contrabando a ser apurado em Inquérito Policial, com pena prevista de 02 a 05 anos de reclusão.

J.O.S. – E o fugitivo?

DR. DOMINGOS – Mais uma vez, graças ao trabalho dos Policiais Civis de nossa Delegacia, outro elemento que estava sendo procurado e se homiziava em nosso Município foi capturado. Referido elemento possui inúmeras passagens policiais por envolvimento com drogas e crimes contra o patrimônio. Ele estava foragido da cidade de Monte Alto-SP onde foi condenado a 1,4 anos de prisão por crime de furto. Após a prisão ele foi encaminhado para a Penitenciária onde deverá cumprir a pena imposta pela Justiça e nossa cidade fica livre de elemento que, em liberdade, certamente iria praticar delitos contra nossa população.