Notícias da Estrela


FUTSAL – O torneio de futsal da Estrela, terá a suafinal realizada em duas partidas, a serem efetuadas nos dias 18 e 25 deste mês, a partir das 19h30 na quadra daEstrela. A disputa ficará entreas equipes: Real Madruga e Cem Nome.

VÔLEI ADAPTADO – Terça-feira passada alguns atletas da equipe de Santa Cruz das Palmeiras, com- pareceram no nosso Distrito para um treino entre amigos, mas o encontro não pode ser realizado devido à chuva, mas serviu para se fazer uma integração e ao mesmo tempo batermos um papo, divulgando o nosso distrito. Estaremos programando novos encontros, pois o intuito é divulgar o esporte entre o pessoal da Terceira Idade.

PERDAS – Estes três meses do ano, foram marcados por muitas perdas em nosso Distrito. Muitos de nossos amigos, personalidades nossas, partiram para desta vida, nos deixando a saudade, e mais pobres culturalmente falando. Quanto de nossa história, tradições foram sepultadas nestes dias. Nesta quarta-feira perdemos mais um, Sr. BISO... E ai a gente vê que o mundo é passageiro, que não podemos perder tempo em conversar, dialogar, saber das coisas, com quem pode nos dizer, com quem pode falar, contar. Pois o amanhã ou o minuto seguinte é uma incógnita.

Eu ando pela Estrela e vejo a cada esquina uma saudade. Olho e vejo a casa da Dona Dulce, para muitos, para mim a minha amada tia. Que também se foi, o marido seguiu depois, o irmão dele seu Alcindo, também partiu. Mais embaixo, lembro da Dona Dirce, filha do Zequinha de Abreu que tive o prazer de conhecer, prosear um pouco. Como eu deveria ter parado mais ali, passado mais tempo com ela e o filho Denis, que também se foi. Olho pra cima e vejo a casa da Dulce Escobar. Tive a oportunidade de vê-la na varanda sentada, fazendo tricô... Apenas a cumprimentei algumas vezes... Como poderia ter parado, sentado ali e proseado, aprendido, ouvido. Agora parte seu Biso... Há pouco foi o seu Alvim, bem dizer vizinhos, que foram encontrar com o Lindolfo e seu Rubinho o "NEGO VEIO" como ele gostava de nos chamar.

DIFERENTE – Sim você vai dizer: ZITO a coluna está parecendo só reflexão. Verdade... Mas não tem como não refletir diante de tantos momentos diferentes neste mês. No meio da semana tive o prazer de ter nos braços a minha nona neta. AMANDA, Tão pequeninha que acho que cabe em uma caixa de sapatos. Mas uma vida que espero e peço a Deus um bom futuro. Que seja gente como Deus fez e como temos tentado ser hu- manos, dignos, fraternais.

BRASILSILSIL LLL – Mais uma frustração trazida pelos nossos astros do futebol. Mais uma vez caímos na realidade que devemos mudar muito este País. Que devemos avaliar melhor os nossos ídolos. O comprometimento deles com o País, com o povo. E aí ainda tem gente que diz:

- Coitado do Neymar... Coitado do Neymar, coitado daquele que ganha R$ 7.000,00 por minuto. Sabe quem disse?

Aquele brasileiro lutador sentado na beira da calçada de roupa surrada e suja, tomando um gole de pinga para espantar o frio, por que o café está muito caro. E se pedir uma esmola ao Neymar capaz dele dizer:

- Desculpe não tenho trocado. E não tem mesmo... Mais uma vez ficamos jogados as baratas, nem este pequeno alento que esperávamos ter, veio. No Brasil vieram apenas se não me engano seis míseros jogadores da copa.

O restante, ou o resto, como posso melhor dizer, pois afinala palavra resto cabe bem, ficaram, como diz meu amigo Zeca: - FICARAM NO ESTRANGERO, NO BEM BOM, E O POVO BRASILEIRO? – QUE VÁ LAMBER SABÃO.

--- PIOR QUE É...