Invasão de javaporcos em Santa Rita do Passa Quatro ameaça área de preservação


Uma invasão de javaporcos está ameaçando uma área de preservação ambiental em Santa Rita do Passa Quatro. O Parque de Vassununga precisou ser fechado para visitação por conta do risco de ataques dos animais.

Na estrada que dá acesso a uma das entradas do parque já é possível encontrar sinais de patas do javaporco. “Estamos do lado de uma área úmida, de um rio, eles reviram em busca de raízes, pequenos insetos. É uma área que eles se alimentaram”, disse o gestor do parque, Fabrício Pinheiro da Cunha.

Invasão Onze câmeras foram instaladas na área de dois mil hectares do parque. Elas disparam quando os animais passam perto. As fotos mostram alguns sozinhos e outros em bandos.

Como o próprio nome indica, o javaporco é resultado do cruzamento do javali com o porco. O animal se multiplica rapidamente e a gestação dura menos de quatro meses,podendo nascer até 10 filhotes por vez. Um adulto chega a ter mais de 90 quilos e é um bicho forte e agressivo, que ataca o homem.

Interdição de trilhas Por isso as trilhas do parque, que chegam a receber até mil pessoas por mês, foram interditadas por tempo indeterminado. Apenas as visitas agendadas e monitoradas por funcionários continuam a ser feitas. As palestras são em local seguro, longe da circulação dos bichos.

O parque de Vassununga atrai muita gente porque é uma unidade de conservação importante na preservação do cerrado e da mata atlântica. Tem a maior concentração de jequitibás rosa do estado. São pelo menos 300 árvores, algumas gigantescas, com centenas de anos. A biodiversidade que garante a sobrevivência delas está ameaçada pelo aumento da população desses animais.

Ainda não se sabe quantos desses animais existem no parque. O levantamento feito com as câmeras foto-gráficas é o primeiro passo de um estudo para controlar a procriação deles nessa área.

“No momento não chegamos em um consenso de metodologia de manejo, mas o que é consenso é que esses animais não podem permanecer nessa área”, destacou o gestor do parque.

Fonte EPTV
c/c e destacar