Dani Ruano: Futebol está na moda


Plena Copa do Mundo, uns empolgados outros nem tanto, o que não podemos negar que é um evento que move bilhões de dólares e de olhares para as telas da televisão. E o que a moda tem a ver com isso? A resposta vai muito além dos guarda-roupas das namoradas e esposas dos jogadores. Podem perguntar para o Daniel Alves, Neymar, Cristiano Ronaldo e principalmente pro David Beckham, não apenas homens vaidosos, mas super conectados com marcas e lançadores de tendências em todo o mundo.

Se você não viu, essa semana um portal de fofocas noticiou a chegada de Neymar na Rússia com sua mala Louis Vuitton de 17 mil reais, notícia totalmente dispensável ( é bem capaz da mala ter sido um presente) mas ela mostra o impacto das nossas personalidades futebolísticas na cultura de moda. Os jogadores de futebol sempre foram consciente de suas imagens como influenciadores,seja modelando novas tendências ou abrindo suas próprias grifes. Lembram da febre do cabelo do Ronaldinho nos anos 90?

Muito da moda que vemos hoje se baseia em roupas de esporte e consequentemente uniformes de futebol. O relacionamento da moda o esporte com é mais natural do que imaginamos, muita da tecnologia das roupas que usamos no dia a dia surgiu por demandas do esporte.


Assim como a moda, o lazer foi algo que se iniciou nas classes mais altas, essas atividades exigem roupas com maior liberdade de movimento, o traje atlético foi o antecessor de muitas peças que temos no guarda-roupa atual. Atualmente a distinção entre moda casual e moda esportiva está se evaporando, a vestimenta casual é amplamente considerada um sinal de sucesso, vestir-se adequadamente para diferentes ocasiões costumava ser uma habilidade respeitável e roupas esportivas não eram toleradas em lugares formais. 

Roupas consideradas “marginais”, como agasalhos, dominaram a passarela e os tênis se infiltraram nas coleções de alta costura. A revolução da moda foi impulsionada por mudanças no estilo de vida, enquanto a cultura do futebol, junto com outros esporte, trouxeram o material para permitir que a revolução tivesse sucesso.


Esse ano, a partir de colaborações entre estilistas de alta costura e marcas de esporte, a camisa do futebol, ganhou as passarelas das semanas de moda masculinas. Além disso, o tema ganhou uma exposição na Pitti Uomo, feira de moda masculina de Florença na Itália. A Mostra “Fanatic Feelings - Fashion Plays Football”ou seja, Sentimentos Fantásticos - A moda joga futebol, é totalmente dedicada a conexões entre esses dois espetáculos e destaca o impacto que o futebol teve na moda, principalmente na masculina. Uniformes criados por estilistas; coleções especiais lançadas por marcas e inspiradas no tema; jogadores fazendo as vezes de modelos em campanhas de moda.

Bem, no fim das contas, trazer o conforto daspeças esportivas para looks mais urbanos só facilita nosso cotidiano e, como dois dos maiores espetáculos da terra, moda e futebol, além de beleza e diversão envolvem muito, mas muito dinheiro.