Dani Ruano: Moda e Modos - A revolução da moda


Essa semana acontece no mundo todo o Fashion Revolution Week, ou seja, a semana da revolução na moda, um movimento que foi criado por um conselho global de líderes da indústria da moda sustentável que se uniu depois do desabamento do edifício Rana Plaza no dia 24 de abril de 2013. O prédio que abrigava uma fábrica têxtil em Bangladesh, onde eram produzidas roupas de grandes marcas de fast fashion (a famosa modinha).

Nos últimos anos, o debate da sustentabilidade na moda se intensificou, pois o consumo acelerado de roupas tem deixado grandes marcas no meio ambiente: a degradação do planeta e o consumo de muita matéria prima não renovável. Por isso, pensar em consumir com consciência ajuda seu bolso e o planeta. Então, como podemos criar hábitos conscientes e se vestir melhor sem pesar no bolso?

1- Comprar menos Você já parou pra contar quantas peças tem no guarda-roupa? Sapatos? Bolsas?

Será que precisa mesmo daquela blusinha nova pra sair no sábado? Com- prar menos é comprar só o que se precisa e o que faz sentido no seu dia a dia, aquela peça que vai fazer as roupas que você já tem render muito mais.

2- Comprar melhor O que nem sempre é gastar muito, mas sim comprar com informação. Calcular o custo benefício é muito importante nessa hora, pois as vezes aquela blusinha da liquidação que você só usou uma vez saiu mais cara que o casaco de inverno que você tem há anos. Pensar em quantas vezes vai usar, se já combina com seu guarda-roupa, perceber o caimento e o material que a peça é feita é essencial.

3- Consertar Muitas vezes a gente deixa de consertar por achar que é mais barato comprar outra, mas nem sempre é verdade, invés de se desfazer de peças, pense na possibilidade de modificá-las, adequá-las a novas formas e tendências. Saber costurar ou ter uma costureira de confiança pode ajudar você a economizar.

4- Reutilizar Muitas pessoas tem preconceitos ou até superstições contra roupa que já foi de outras pessoas. Mas com olhar atencioso e um pouco de paciência brechós são ótimos lugares para achar peças interessantes a baixo custo, e como você está consumindo algo que já existe, agride menos o planeta.

5- Comprar de quem faz Comprar de pequenos produtores, locais ou próximos além de ajudar a economia local, também traz a certeza que nenhuma mão de obra foi explorada na produção da sua roupa, é só ver os escândalos de trabalho escravo que aconteceram nos últimos anos em São Paulo.

Afinal, quem fez suas roupas?