Cidade

[Cidade][bsummary]

Policial

[Policial][bsummary]

Mulher

[Mulher][bsummary]

Eventos

[Eventos][twocolumns]

No passado: Futebol nos bairros


No passado, onde houvesse um terreno baldio, fatalmente era feito um campinho improvisado de futebol. Quer no alto da Cinelândia, no Belém, Vila Aparecida, Vila Norte, Botafogo, São Salvador, Mara Cristina, onde houvesse um bom número de garotos era formado um time de futebol. Jogavam descalços, às vezes a geografia doterro não permitia o desenvolvimento desse esporte, mas com a boa vontade da molecada, tudo dava certo.

Foi nesses locais improvisados que nasceram os melhores craques da cidade, como: Ditinho, Dinho, Baião, Alencar, Eraldo, Zé Paió, Bucará, Palito, Taia, Neguinho Gracioso, Mario Gatarossa, Picola, Cal, Olavo, Fernandinho Rani, Zé do Bicho, e por aí afora.

Uma equipe que nasceu num desses campinhos improvisados e cresceu bastante, tornando uma referência e uma “escola de craques”, foi o Galo da Comarca. Seu campo era lá no antigo Largo São Sebastião, onde hoje está o prédio da nossa Câmara Municipal, depois passando um pouco mais adiante onde hoje é o terminal rodoviário.

Escovão e Inacinho a terrível dupla de ataque! Esses dois foram inspiração para outros jogadores da memorável equipe do Galo da Comarca!

Prestando uma homenagem ao Galo da Comarca, além da foto que ilustra este texto, vai também a sua diretoria, a cinquenta anos atrás:

Em eleição realizada no dia 15 de janeiro de 1968, foi eleita a nova diretoria do Galo da Comarca Futebol Clube, que regeu os destinos daquela entidade nos anos de 1969 e 1970. Foram eleitos:

Presidente: Ângelo Camilo
1.o vice-presiente: Adirceu Borrim
2.o vice-presidente: Luiz Carlos Garla1.o secretário: Hamilton Sintoni
2.o secretário: José Carlos Assuane 1.o tesoureiro: Gilberto Viviani
2.o tesoureiro: Airton Borrim 
Departamento de Esportes: Alcides de Freitas, Armando Calori, Sebastião Camillo e Mario Alves dos Santos.
Conselho Fiscal: Efetivos: Luiz Garla, Alfredo Sintoni e Antônio Broglio.
Suplentes: Aldo de Freitas, Gilberto Sintoni e José Roberto Batista.