Conheça a história do carro da Tesla que foi lançado ao espaço


Se você não conhecia Elon Musk, com certeza agora conhece um pouco, pelo menos, o bilionário criador do PayPal (que vendeu ao eBay por bilhões de dólares), e que hoje comanda a Tesla, uma fabricante de carros elétricos, e a SpaceX, uma fabricante de foguetes.

Com a SpaceX, Musk lançou o maior deles, o Falcon Heavy. Nele, acoplou o seu próprio Tesla Roadster, de uso pessoal, que foi levado rumo ao espaço. O carro foi “equipado” com um boneco usando um protótipo de roupa espacial da SpaceX, um hot wheels e um disco rígido com todo tipo de informação sobre a humanidade.

Segundo Musk, o disco é para o caso de alguma forma de vida extraterrestre resolver visitar o Tesla. O foguete no qual está acoplado foi direcionado para a órbita de Marte. Essa é a mais bem sucedida missão da SpaceX até agora.

O Tesla Roadster que ele enviou ao espaço é o da primeira geração. O modelo foi o primeiro carro da companhia e criado com base no esportivo inglês Lotus Elise. Uma nova geração foi confirmada com cerca de 1.000 km de autonomia e velocidade máxima de 400 km/h.

Ainda assim, houve problemas com todo o processo. O propulsor principal deveria voltar à terra e pousar em uma plataforma autônoma no oceano. Ele acabou caindo no mar, mas os dois propulsores auxiliares conseguiram realizar o processo.

Elon Musk é a representação do século XXI da frase: “Não sabendo que era impossível ele foi lá e fez”, do romancista francês Jean Cocteau.