Policial

[Policial][bsummary]

Cultura

[Cultura][bsummary]

Mulher

[Mulher][bsummary]

Tecnologia

[Tecnologia][twocolumns]

Abertas as inscrições para a oficina “Contar e Encantar Histórias”


O Departamento de Cultura e Turismo, da Prefeitura Municipal de Santa Rita do Passa Quatro, em parceria com o programa Oficinas Culturais, da Secretaria de Estado da Cultura, está com inscrições abertas para mais uma oficina cultural gratuita destinada à todapopulação. “Contar e Encantar Histórias”, é o tema da oficina que será ministrada por Maria Angélica Urbano, no período de 9 de março à 20 de abril, às sextas-feiras, das 19h às 22 horas, no Centro Cultural Mario Covas.

Destinada ao público em geral, especialmente educadores e estudantes maiores de 16 anos, a atividade conta com 30 vagas e as inscrições estão abertas até o próximo dia 7 de março. As inscrições devem ser feitas pela internet no link https://goo.gl/c4rg2f. A seleção será por ordem de inscrição.

A arte de se contar histórias não é algo recente, muito pelo contrário, é uma prática muito antiga que nasceu com a origem da comunicação humana. Porém, essa prática de contadores de história só teve seu reconhecimento enquanto arte, passada de gerações para novas gerações, a partir da antiguidade grega e persiste até nossos dias. Acredita-seque essa arte nunca morrerá, afinal, desde que o homem conhece o mundo ouviu histórias antigas sobre ele, o que caracteriza a realidade desse acontecimento, o contar histórias. Durante a oficina serão realizadas aulas praticas e teóricas sobre o assunto, estimulando o processo criativo do aluno em diversas formas de se contar histórias.

Maria Angélica Urbano, é atriz, arte educadora, focalizadora de danças circulares. Trabalha como contadora de histórias e é pesquisadora de cultura popular. Em Mogi Guaçu, pesquisa a tradição Congada e Folia de Reis. Trabalha com projetos de formação para professores com os temas: O corpo do professor na sala de aula (A língua do corpo), Como contar histórias, Teatro na escola, Jogos teatrais na sala de aula. É pós graduada em teatro educação, tem formação em Educação terapêutica e terapia social, teatro e letras. É fundadora do grupo Ciranda com caramelo que viaja contando histórias em vários locais.