Garoto santarritense que ateou fogo ao próprio corpo não resistiu aos ferimentos



O garoto Anderson Carlos dos Santos Silva, 11 anos, que ateou fogo no dia 25 de agosto ao próprio corpo depois de uma briga com o irmão mais velho no Bairro Jardim Lagoinha, após receber atendimentos em nossa Santa Casa e ser transferido para o Centro de Tratamento e Terapia Intensiva (CTI) do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, após 28 dias de tratamento, não resistiu aos ferimentos e faleceu no dia 23 de setembro.

Informações contidas no Boletim de Ocorrência dizem que o menino teria jogado uma pedra no irmão de 14 anos após uma discussão e se assustou ao ver o menino sangrar muito.

Sentindo-se culpado e acreditando que o irmão poderia morrer, o garoto ateou fogo ao próprio corpo como forma de punição. Ele foi levado à Santa Casa de Santa Rita do Passa Quatro e depois foi encaminhado ao HC.

Ele era filho de Juliana Cristina Vicente dos Santos e de Emygidio Roberto da Silva. O ato chocou a nossa população e região.