56o Festival Zequinha de Abreu comemorou os 100 anos de “Tico-tico no Fubá”



Foram dias de celebração a música e a cultura local, com as comemorações dos 100 anos da música brasileira mais executada no mundo. Assim foi o 56o Festival Zequinha de Abreu, de Santa Rita do Passa Quatro, evento promovido pelo Departamento de Cultura e Turismo da Prefeitura Municipal, em homenagem ao compositor santarritense e ao centenário da sua principal obra, o choro “Tico-tico no Fubá”.

O 56o Festival Zequinha de Abreu começou na terça-feira (19/9), dia de aniversário do compositor, com uma homenagem no seu busto, na praça que leva o seu nome, logo pela manhã, com a participação da Academia Santarritense de Letras.

Com a presença da neta do compositor, dona Marise de Abreu Mangione e familiares, as apresentações musicais na Praça Poeta Mário Mattoso começaram na quarta-feira (20/9), com os grupos locais Soprano a Viola e Brecando na Subida. A Banda Municipal Zequinha de Abreu e Coral Professor Octávio Bueno de Camargo foram as atrações da quinta-feira (21/9).

Uma publicação compartilhada por Jornal O Santarritense (@osantarritense) em


A sexta-feira (22/9) abriu com apresentação do Duo Saxofone & Violão, com Solange Priscila e Alan Godoy. Na sequência, o Grupo Flor de Aguapé, atração com apoio do SESC São Carlos, trouxe choro cantado, com composições próprias e de autores consagrados.

No sábado (23/9), músicos da banda Zequinha de Abreu e convidados surpreenderam a platéia apresentando versões de “Tico-tico” em vários ritmos, como tango, jazz e até rock’n’ roll. Em seguida, foi realizada uma homenagem à estudante do CAIC, Estela Pereira Andrioli, que está lançando o livro “Nacionalidades para Contar e Respeitar”, escrito por ela com apenas 9 anos de idade, no qual consta a música “Tico-tico no Fubá”. Finalizando a noite, o Sexteto Colibri, de Ribeirão Preto, promoveu uma noite especial executando apenas composições de Zequinha de Abreu.

Como tradicionalmente acontece, o encerramento trouxe o brilho e a alegria das bandas e fanfarras, com a primeira etapa do Paulistão 2017. O 14o Campeonato Estadual de Fanfarras e Bandas começou no período da manhã, com 28 corporações musicais se apresentando na Praça Poeta Mário Mattoso, para o público e corpo de jurados. No período da tarde, parte das bandas e fanfarras desfilaram pela Avenida Severino Meirelles, onde as vencedoras foram premiadas nas diversas categorias.