Dormir com o smartphone na tomada não prejudica a bateria


Uma das questões que mais trazem dúvidas a donos de smartphones, é se a bateria fica prejudicada durante a noite, quando muitos costumam deixar o aparelho na tomada enquanto dormem. Entre várias especulações na Internet, e opiniões variadas, Kyle Wiens, o chefe da iFixIt, site especializado em ajudar no conserto de vários itens, garantiu que este hábito não faz mal nenhum para as baterias.

De acordo com o dono do site, a bateria de um smartphone atual funciona plenamente em até 400 ciclos de recarga, perdendo, depois disso, sua capacidade de guardar energia, consequentemente oferecendo menos autonomia, até que seja preciso substituí-la por uma nova. O ciclo em questão é considerado quando há a recarga completa da bateria, de quando ele está desligado com 0%, até os 100%. O ato de deixar o smartphone conectado a noite toda na tomada, a não ser que esteja com a bateria completamente desligada, não influencia no número dos ciclos.

Outra afirmação a respeito disso vem de um representante de baterias e acessórios de recarga chamada Anker. Segundo a empresa, "nos termos do esgotamento gradual da vida da bateria, temos que entender que estas baterias estão constantemente em processo de degradação. Dormir com um telefone carregando a noite toda não fará diferença alguma neste processo."

Mas, também vale a pena mencionar algumas considerações. As baterias precisam tomar alguns cuidados, como o uso de carregadores oficiais ou recomendados pela marca a qual você é adepto(a), além de evitar um dos grandes vilões das baterias atuais: o calor. Não deixar o smartphone dentro de um carro, ou abusar dele em dias de calor, ou mesmo fazê-lo superaquecer por muito tempo são alguns dos hábitos que atrapalham pra valer o desempenho e a vida útil delas.

Via (Business Insider)