Pensando bem: A maior Black Friday de todos os tempos



Um presente foi dado a mim e a você. Nenhuma invenção humana, por mais atraente que seja, poderá superá-la. Sim, numa sexta-feira escura, algo incrível aconteceu.

Nada chique ou glamoroso ou que encantasse a elite capitalista. Não deu no noticiário noturno, mas foi público. Qualquer um poderia ver.

Um espetáculo: no tempo, no espaço, na história.

Olhares tristes, distantes. Olhares curiosos, rápidos. Odiosos, vingativos. Mas se destacava na cena dantesca um olhar de ternura e devoção à Deus. Um olhar em direção ao céu.

Dois pedaços de madeira rígida, espessos, toscos, em formato de cruz.

Um ser humano de braços abertos, sangrando, mas consciente de sua missão.

Ele era o presente. O sacerdote e o sacrifício. A liturgia e o adorador.

Sim, “ofereceu-se sem mácula à Deus”. Por quê? Por quem? Para quê?

Porque só Ele poderia ser aceito como oferta agradável, ninguém mais.

Pela humanidade que havia se perdido em seus pecados.

Para que por meio de seu sangue a dívida do pecado fosse paga.

Num único dia, num único gesto, de uma vez por todas e para sempre, naquela sexta-feira escura, Deus mostrou seu favor de modo de nitivo “para que todo aquele que crê em Jesus, não pereça, mas tenha a vida eterna” (São João 3:16).

Foi por mim e por você, sim, Cristo morreu.

Então acorde! O presente é pra você. É o que você mais precisa. É pra hoje, agora, já.

Suas culpas desaparecerão. O peso da consciência se apagará. A bondade e misericórdia de Deus te abraçarão, ele te perdoará. Deus, seu favor, te dará.

Pensando bem, um simples olhar, de fé, com fé, no que Ele fez, já é su ciente. Não há rituais que possam substituir o que Cristo já fez. Nada que eu ou você faça- mos pode prover o que Ele já proveu.

Vem a Ele, vem agora, vem já.

Sérgio Marcos 
sergiomarcosmevec@gmail.com