Mulher em Evidência: O que é Feng Shui?



O Feng Shui é uma ciência milenar chinesa que estuda os efeitos das energias do ambiente, natural e construído, sobre as pessoas, sua saúde, seus relacionamentos, sua prosperidade. O estudo do Feng Shui nos permite manipular o nosso ambiente corretamente para que possamos nos beneficiar do fluxo das energias. Veja algumas dicas bem simples para equilibrar os cômodos da sua casa:

Harmonia para o casal
Se você mora com alguém, o quarto é o espaço dedicado para o sono e também reflete as energias do relacionamento. Uma maneira simples e bem prática de fazer isso é colocar um criado- -mudo igual ou objetos iguais de decoração, como por exemplo, um vasinho de flores, estatueta ou abajur, em ambos os lados.

Espelhos
No quarto não é recomendado que fiquem refletindo a cama, pois a reflexão da cama pode causar insônia. Na entrada (hall social), ele pode ficar ao lado da porta para ampliar o espaço. Ele também pode estar refletindo a mesa de jantar, ampliando a prosperidade da casa.

Organização
A bagunça de modo geral afeta a clareza mental. A mesa de trabalho ou qualquer outra parte da casa deve ter o menor número de coisas possível, pois isso ajuda a organizar a mente. Determine um local para cada item, uma gaveta, caixas, pastas. Separe material de estudo, contas para pagar, notas fiscais e outros documentos.

Sala de estar receptiva 
Para demonstrar receptividade e alegria, posicione o seu sofá, poltronas e cadeiras voltados para a porta – assim você não estará de costas para as visitas. Modelos em L ou em U são bacanas e podem ser preenchidos com almofadas coloridas ou estampadas.

Cozinha do dinheiro
Observe a validade dos produtos, incluindo remédios, que, além de manter a organização, contribuirão para a sua saúde; potes sem tampa ou quebrados devem ser jogados fora. Os armários da sua cozinha são o símbolo do fluxo financeiro, por isso, independente de serem armários abertos ou fechados, a ordem é o que interessa. E evite que objetos cortantes como facas e tesouras fiquem expostos.

Cores 
Cada cor inspira uma sensação no indivíduo e isso deve ser respeitado de acordo com o local. No quarto, dê preferência às cores claras, pois é o local onde se dorme e pede tranquilidade. Caso queira utilizar uma cor forte, opte por aplicá-la na parede da cabeceira, assim não ficará vendo o tempo todo e complete o cômodo com uma cor clara. Também é possível equilibrar as cores utilizando tonalidades leves nas paredes e tons vibrantes nos objetos de decoração, como quadros, almofadas, móveis e louças. Sabe aquela dica dos itens iguais para o quarto do ca- sal? Vale apostar em vasinhos iguais com flores vermelhas ou rosa.

No ambiente de estudo, as cores mais indicadas não são aquelas que acalmam demais, como azul, ou agitam, como vermelho e laranja. Use amarelo que é considerado a cor da criatividade e o verde, do equilíbrio. Mas cuidado na hora de escolher a cartela de cores, pois com aquelas muito intensas você tende a enjoar rapidamente.

Por fim, lembre-se que as cores influenciam na sensação de tamanho. Em ambientes pequenos a cor escura pode passar a sensação de opressão e deixar o cômodo ainda menor. Por outro lado, as cores claras dão a impressão de amplitude.