Flagrante de Crime Ambiental



Na tarde de quinta-feira (27), a Polícia Ambiental de Santa Rita do Passa Quatro, em patrulhamento rural pelo Rio Mogi-Guaçu, avistou uma embarcação com dois pescadores que realizavam a pesca com tarrafa.

Apesar de serem pescadores profissionais, eles pescavam de forma proibida, num método conhecido como “arrasto”.

Os pescadores foramno multados, sendo apreendido o barco, o motor de popa e as tarrafas, e responderão por crime ambiental conforme lei federal 9605/98.