Cidade

[Cidade][bsummary]

Policial

[Policial][bsummary]

Mulher

[Mulher][bsummary]

Eventos

[Eventos][twocolumns]

Coronel Almeida recebe Título de Cidadão Campineiro



O nosso amigo Antonio José Rodrigues Gonçalves de Almeida (Coronel Almeida), recebeu no dia 06 de maio, através de propositura do Vereador Rossini, o Título de Cidadão Campineiro, pelos relevantes serviços prestados ao município de Campinas. A cerimônia foi realizada no salão social do Círculo Militar, no Jardim Chapadão. Ele é Coronel da reserva da Polícia Militar do Estado de São Paulo.

Carreira
Filho de José Gonçalves de Almeida Filho e de Maria Rodrigues Gonçalves de Almeida, Coronel Almeida nasceu em 08 de junho de 1952 em São Caetano do Sul. De família simples e humilde viveu sua infância e adoles- cência em Santa Rita do Passa Quatro, onde estudou até o ensino médio, formando-se nos cursos normal e cientí co.

Por tradição e orientação familiar, ingressou nas fileiras da Polícia Militar do Estado de São Paulo, em 28 de fevereiro de 1972. Trabalhou como soldado na zona sul da capital do Estado, durante pouco mais de um ano.

Aprovado em concurso, frequentou o Curso de Formação de Oficiais na Academia de Polícia Militar do Barro Branco em São Paulo, sendo declarado aspirante a o cial em 26 de julho de 1975 e classificado em Campinas, lotado no antigo 8° Batalhão de Polícia Militar.

Em Campinas iniciou sua carreira no oficialato da Polícia Militar e serviu nas várias unidades e atividades de policiamento desde aspirante a oficial até o posto de tenente coronel.

Em 1998, ao ser promovido ao posto de Tenente Coronel PM, foi designado comandante do 26° Batalhão de Polícia Militar do interior, cuja sede ainda estava instalada em Campinas e posteriormente fora transferida para Mogi Guaçu.

Durante a sua carreira profissional teve oportunidades de exercer várias atividades de exponencial importância para a corporação, tais como: instrutor na Academia de Polícia Militar do Barro Branco; diretor de Planejamento de Segurança da Casa Militar do Governo do Estado de São Paulo nos governos Quércia e Fleury (de 1987 a 1992); subchefe da assistência militar da Secretaria de Segurança Pública, na assessoria técnica policial do secretário (de 2000 a 2003).

Aposentou-se em meados de 2003, com 31 anos e meio de serviço, ocupando o cargo de comandante do 26° BPM/I. Em 1977, como 2° Tenente do 8° Batalhão, conheceu e começou a namorar sua atual esposa, Roseli Aparecida Ruas Gonçalves de Almeida, filha de família tradicional de Campinas, mais precisamente da Vila Industrial; com quem se casou em janeiro de 1983 e teve dois filhos nascidos em Campinas: Diego Antônio Gonçalves de Almeida, 30 anos, casado com Maria Cláudia, 1° Tenente da Polícia Militar, servindo no 1° BAEP (Batalhão de Ações Especiais); e Danila Aparecida Gonçalves de Almeida, 28 anos, cirurgiã dentista residente em Campinas desde o casamento.

O homenageado possui vários títulos acadêmicos: mestre e doutor em Ciências da Segurança e da Ordem Pública; bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito de Itu; bacharel em Pedagogia pela Faculdade São Marcos de Paulínia.

Sua conduta exemplar, sua dedicação e conduta pro ssional e familiar servem de experiência para a formação das novas gerações de policiais e contribuem para a construção de uma sociedade lastreadas em novos valores humanos.

Por essas razões, Rossini apresentou a presente proposta, em reconhecimento a um cidadão que fez de Campinas a sua cidade e que, pelo exemplo, contribui com o seu desenvolvimento.

Lembramos que em novembro de 2.008, ele também foi agraciado com o Título de Cidadão Honorário Santarritense, por relevantes serviços prestados à Comunidade. Os nossos cumprimentos ao Coronel Almeida por mais essa merecida homenagem.