Notícias da Estrela



FUTEBOL – Realmente está movimentado os nais de semana em relação a Futebol no Estádio Júlio Gonçalves de Campos.

I – Sábado na parte da manhã, temos o pessoal do Futebol Nota 10, com a garotada e também um espaço para os adultos praticarem o esporte.

II – Sábado à tarde está reservado para o E.C. 100% Estrelense, que vem comandando seus jogos completando assim o sábado esportivo.

III - Domingo na parte da manhã se apresentam os Veteranos com partidas bem envolventes.

IV – Domingo a tarde está reservada para o tradicional Estrelense fechando assim com chave de ouro o fim de semana esportivo com dois quadros, 1o e 2o. Com estes eventos a todo vapor as tardes de m de semana Estrelense estão chamando um público el ao esporte e movimentando a orla do campo. Temos plateia até vindas de cidades vizinhas.

PRAÇA – Está deixando a desejar a limpeza do distrito, a praça não está recebendo o trato que vinha tendo há tempo atrás. Sabemos que a mão de obra está escassa, insuficiente, portanto esperamos que algo seja feito. A praça é o nosso cartão de visita e está pecando neste requisito.

RUAS – O mato está tomando conta das ruas, esperamos que agora com esta estiada do tempo isto venha a ser sanado, estamos pacientes mas alertas.

RUAS II – Alguns trechos de asfalto também dentro do distrito estão precisando de reparos, isto deve ser feito antes que venha deteriorar mais.

ESTÁDIO JULIO GONÇALVES DE CAMPOS I – A reforma ainda não ndou, nos vestiários falta liberação dos chuveiros, não há uma torneira pra se lavar as mãos etc..., além da falta de porta nos sanitários que caram de frente pra rua.

ESTÁDIO JULIO GONÇALVES DE CAMPOS II – A parte de alambrado está saindo a contento, mas ainda não ndou, faltando também reparos quanto as laterais que apresentam buracos no piso até com risco de acidentes, devido as placas de cimento dani cadas.

ESTÁDIO JULIO GONÇALVES DE CAMPOS III – Uma das solicitações que envolve segurança dos atletas se refere a localização do banco de reserva muito próximo a linha lateral, apresentando risco eminente aos atletas, principalmente em dias de chuva.

TORNEIO DE TRUCO – Foi realizado no domingo à tarde um Torneio de Truco na praça. Mais uma iniciativa do Nei Norato, sempre envolvido com eventos no distrito, somado ao rodizio de pasteis promovido pelo Sr. Messias na barraquinha da praça, trouxe um grande movimento ao local. Participaram 16 duplas num torneio bem acirrado e com o pessoal se comportando de maneira exemplar. A dupla campeã foi composta pelos jogadores, Verdura e Marcio Cueca, ficando em segundo lugar Jorge e Clayton, sendo que a dupla feminina Bruna e Larissa arrebataram o terceiro lugar encerrando a premiação com o quarto lugar da dupla Paulinho e Henrique. O Nei Norato aproveita para agradecer a todos participantes e principalmente aos patrocinadores e irmãos Casca e Adrianinho.

RECICLAGEM – Ainda continua o impasse sobre o local da reciclagem que tem gerado reclamações dos vizinhos quanto ao surgimento de animais peçonhentos. Outro ponto a ponderar é o horário de funcionamento, já que se encontra sempre com as portas fechadas.

RECOLHIMENTO DE ENTU- LHOS – O programa deste serviço não tem sido cumprido, e isto tem causado transtorno àqueles que moram fora e tentam cumprir o estabelecido. Precisa ser executado ou revisto a programação.

ANTENA DE INTERNET – Esta semana foi instalada mais uma antena referente a esta aplicação aqui no Distrito. A empresa responsável desta feita é a Sartori. O intuito é melhorar a qualidade do sinal, já que a concorrente local também está chegando ao Distrito. Vamos aguardar pra ver.

AGRADECIMENTO – A Universidade Federal de São Carlos, por mais uma vez me convidou para participar do Encontro de Poetas de São Carlos e Região. Mas infelizmente não poderei comparecer devido a outro compromisso em que estarei representando a cidade de Porto Ferreira e consequentemente Santa Cruz da Estrela em Botucatu neste nal de semana. A minha luta pela casa de cultura aqui na Estrela, além de ser mais um ponto turístico nesta cidade turística quiçá possa também ter mais representantes deste nosso distrito nestes eventos culturais.


REFLEXÃO – ÁGUA MOLE EM PEDRA DURA TANTO BATE ATÉ QUE FURA... Mais uma vez me valho de um provérbio para falar da nossa: “Amada e idola- trada igreja católica, salve, salve, amem”. Mais uma folha de zinco está se soltando, mais um mo- mento de risco aos munícipes que por ali transitam, visto que passam diariamente pelo local, as crianças que vão à EMEF, além de várias pessoas que fazem este trajeto diariamente. Será que a solução vai ser a mesma????!!! Retirar mais uma folha de zinco!!!

Não sou vidente, mas posso prever a queda da torre da igreja e olha que talvez a curto prazo, se estas iniciativas errôneas continu- arem a prevalecer.

O que não me conformo é a irresponsabilidade dos man- datários da nossa religião aqui, dos responsáveis pelo local. E olha que estou falando disto há tempos...

Eu mesmo já estou can- sado de tocar neste assunto. É inaceitável que uma igreja com mais de 100 anos, passe a capela. É inaceitável que uma igreja onde casou o maior ícone de nossa cidade, está ruindo. É incapacidade da cúria local. É falta de responsabilidade com os fiéis. É desleixo, pouco caso, no fundo desprezo à própria religião.

DERAM UMA NAVE INTER- PLANETÁRIA NAS MÃOS DE PILOTOS DE TECO-TECO.




Sinto-me até mal quando entro na igreja em Santa Rita vejo toda aquela pompa en- quanto a nossa aqui está cain- do. Será que somos os primos pobres? Tomara que alguns de nossos irmãos de lá se mobilizem e venham nos socorrer afinal somos todos irmãos... OU NÃO?

Até pouco tempo a torre da igreja era o marco que se desta- cava no universo do nosso distrito, de longe se avistava, garbosa, elegante, atraente, majestosa.

VIVA OS NOSSOS ANTEPAS- SADOS MAIS CAPACITADOS...

Viva o Padre MOSKOPP que comandou este templo por 27 anos. Coitado imagino a sua frustração com seus substitutos atuais. Que desleixo que pouco caso.

Sei que falam mal de mim, me olham atravessado, mas zeram isto com Jesus, e Jesus só queria o bem deste povo.

Interpretei com orgulho por 40 anos o papel de Jesus, tô feliz e certo no que estou fazendo. O duro é entrar na igreja, rezar, e sair, como se a missão estivesse cumprida.

E O RESTO QUE CAIA...