Cidade

[Cidade][bsummary]

Policial

[Policial][bsummary]

Mulher

[Mulher][bsummary]

Tecnologia

[Tecnologia][twocolumns]

CAIC e Evolua comemoram parceria em Reforço Escolar



Uma parceria garante que alunos da EMEF do CAIC Laura Suriani Barbuio, participantes do programa Construindo o Amanhã, aprendam mais, graças ao reforço escolar através de um sistema interativo de educação. O método utilizado foi desenvolvido pela empresa Evolua Sistema de Ensino.

Cedido gratuitamente em parceira com o CAIC, o programa de reforço escolar começou logo no início do ano letivo de 2015. Com coordenação da neuropedagoga Giovana Puppo, colaboradora da Evolua, o sistema atende cerca de 50 adolescentes matriculados no Ensino Fundamental II.

De acordo com a empresa, o sistema acaba com o conceito de que o reforço escolar é uma coisa chata, difícil de aprender e sem sentido prático, já que método utilizado propõe uma aprendizagem dife- renciada, com linguagem descontraída, além de permitir a interação total do aluno com os conteúdos trabalhados, fazendo com que ele estude com mais motivação.

As situações mais comuns do dia-a-dia estão presentes em todas as aulas, fazendo com que o estudante perceba, de fato, como aquele assunto é algo muito usado ao longo da vida. Cada aula apresenta um único assunto, evitando possíveis confusões. O curso também traz interações que ajudam o aluno a fixar ainda mais a aprendizagem. Como todas as aulas, o sistema também avalia o aluno, possibilitando que ele coloque em prática tudo o conteúdo estudado.

Na tarde da última terça-feira, três sócios da empresa, Fábio Furlan, Elso Fernandes e Leopoldo Oliveira (vereador Leo), além do diretor do Departamento Municipal de Educação, Clóvis Affonso Zerbatto, estiveram no CAIC para avaliar, junto com os estudantes, como eles estavam se saindo após as aulas, no decorrer do ano. Na semana passada, o gerente da Evolua, Anderson Ilaris, também esteve na escola para conferir a aplicação do sistema.

Entre alunos, coordenadores e profes- sores, a opinião foi unânime. Os alunos aprovaram o método e muitos afirmaram que se sentem mais motivados a estudar e que suas notas melhoram com o reforço. A coordenadora do programa, que compara a evolução das notas de cada participante, confirmou o sucesso do método. “As notas deles estão bem melhores”, disse a neuropedagoga.