Cidade

[Cidade][bsummary]

Policial

[Policial][bsummary]

Mulher

[Mulher][bsummary]

Eventos

[Eventos][twocolumns]

Oficina de percussão foi um sucesso, e ainda há 20 vagas para a ofincia de vídeo com celular



O Departamento de Cultura e Turismo, da Prefeitura Municipal de Santa Rita do Passa Quatro, está com inscrições abertas para mais uma o cina cultural gratuita destinada à toda população. Desta vez em parceria com o MIS (Museu de Imagem e Som), dentro do programa Pontos MIS, a Oficina Vídeo de Bolso com Celular será realizada com o conceituado cineasta Ralph Friedericks.

Desde a ideia inicial, passando por um pequeno roteiro, produção, lmagem até uma rápida edição, os participantes aprenderão na prática a realizar um pequeno vídeo com as câmeras que estão nos seus bolsos: os celulares. Ficção, documentário ou experimental, o objetivo é mostrar que o celular pode também ser uma ferramenta de comunicação audiovisual para produzir imagens em movimento. Os curtas realizados serão postados nos canais de exibição da internet.

A o cina será realizada no dia 9 de novembro (quinta-feira), das 18h às 22 horas, no Centro Cultural Mário Covas. Ao todo são 20 vagas disponíveis, para interessados a partir de 8 anos de idade e as inscrições podem ser realizadas pela internet no link https://goo.gl/forms/OtB07t404VUmXDNE3. Ralph Friedericks é cineasta e fotógrafo. Estudou fotografia fixa e roteiro audiovisual em Paris (França) e Propaganda & Criação na Universidade Mackenzie. É diretor e produtor da produtora Matiz Filmes. Coordena oficinas de vídeo e fotografia desde 2000. Ganhou prêmio de roteiro no Conservatório de Escrita Audiovisual de Paris (França) e dois prêmios do Festival do Minuto.

OFICINA DE PERCUSSÃO BRASILEIRA FOI UM SUCESSO


No período de 27 à 29 de setembro foi realizado a Oficina de Percussão Brasileira, em parceria entre o Departamento de Cultura e O cinas Culturais do Estado de São Paulo. A sala de exposições do Museu Zequinha de Abreu recebeu o músico Fernando Barroso. As noites foram no ensino de toques e levadas do ritmo Maracatu, coco, forró, baião, xaxado, trupes, técnicas de baquetas e teoria. Com grande participação do público, foram três dias de muito aprendizado e com muito sucesso.