Cidade

[Cidade][bsummary]

Policial

[Policial][bsummary]

Mulher

[Mulher][bsummary]

Eventos

[Eventos][twocolumns]

Notícias da Estrela



FUTEBOL - A crise do País por mais que a gente pense que ela está longe, ledo engano, ela afeta até as coisas mais simples do nosso dia, o que está acontecendo com o nosso futebol estrelense? Está cada vez mais difícil dos times pagarem as garantias dos jogos. Isto está fazendo com que os times locais façam mais jogos fora do Estádio Julio Gonçalves de Campos, em busca de garantia até para sobreviver.

VÔLEI ADAPTADO - Continuo ainda com os planos de captar novos atletas para a modalidade, por isto estou preparando os equipamentos para poder efetuar jogos aqui no Distrito, quem sabe apareçam mais adeptos, já que o mercado ao redor está cando cada vez mais escasso. Esta semana pude levar mais um santarritense à pratica do esporte e o mesmo já está integrando o time de Tambaú, provavelmente fará a sua estreia em jogos neste fim de semana frente a equipe de Santa Cruz das Palmeiras.

QUADRA – A quadra está necessitando de reparos no piso, seria importante que a prefeitura zesse uma vistoria com pessoa adequada para ao menos fazer uma reforma, mesmo que paliativa, nos garantindo a prática de esportes no local sem riscos. Faz-se também necessária a pintura ao menos das linhas demarcatórias dos esportes na quadra.

ACADEMIA AO AR LIVRE – Continuo cobrando... Solicitando... Visto que se trata não só da prática da ginástica, mas sim de saúde. Além da segurança daqueles que se aventuram em nossas vias vicinais em caminhadas arriscadas. Por que aqui é tão difícil ter esta oferta do governo que a proliferaram em outras cidades?

COMASA - Esta semana estiveram fazendo manutenção na caixa d ́água que abastece a parte de baixo do Distrito, felizmente o reparo se deu sem causar transtornos aos usuários.

VAZAMENTO DE GÁS - Estive na terça-feira com o Vereador Marcelo Simão, acompanhando o serviço que está sendo feito no local, próximo a Fazenda Santa Tereza e Morro Alegre. Agradeço a Sra. Clarice, e ao genro da mesma que foram os primeiros a darem o alerta sobre o vazamento. Agradeço também a intervenção precisa cirurgicamente do Vereador Marcelo Simão, que não negou esforços para sanar a anormalidade. A repercussão foi tamanha em todas as estâncias, que até Brasília foi noti cada, houve até uma visita a nossa Câmara Municipal de autoridades da referida a empresa COMGÁS, fazendo uma rica explanação ao fato. A nossa visita ao local junto aos pro ssionais responsáveis pelo reparo, veio nos trazer tranquilidade e segurança quanto as comunidades circunvizinhas as tubulações.

CAMINHÕES, BIMINHÕES, TREMINHÕES - Esta foi a nossa rotina nos dias que antecederam esta semana. Mais uma vez nossa área urbana foi invadida sem respeito por estas atitudes até irresponsáveis. Tivemos os arrebentados, tanto de força quanto de telefone, sem o menor constrangimento ou responsabilidades. A colheita parece ter findada, mas os transtornos não. Temos linhas telefônicas interrompidas, ação derrubada pelas ruas. Isto vimos. Responsáveis??? Não vimos. Irresponsáveis??? Sabemos. Medidas para sanar??? Não sabemos... Medidas para não haver repetições??? Não sabemos. De quem foi o lucro??? Sabemos... Quem ficou com o prejuízo??? Sabemos... Nós.

Como diria Tião Carreiro: - E mundo velho sem porteira.

REFLEXÃO – Parabenizo a nossa munícipe estrelense devido a sua preocupação com o vazamento de gás percebido na estrada Porto–Estrela.

Ligou-me a noite a Sra. Clarice e por ironia do destino neste momento eu estava reunido com o Vereador em minha residência a respeito do impasse sobre transporte coletivo, outra luta da comunidade.

A repercussão foi grande, o nosso Distrito da Estrela foi divulgado mais uma vez em âmbito nacional.

Uma preocupação com o local, com a comunidade, com vidas.

Poucos talvez se deram conta do ocorrido, mesmo convivendo com a área de risco.

Também agradeço ao Vereador que diante de alguns impasses no começo dos contatos não se deu por ven- cido e prosseguiu na busca da solução.

E graças a estas iniciativas a nossa comunidade pode continuar dormindo em paz.

Serve pra gente esta atitude como exemplo de estarmos mais alertas quanto a nossa responsabilidade comunitária e com o viver.

Uns dão exemplos de responsabilidades, cidadania. Outros...

Estão se lixando pra comunidade, pro lugar, que se dane o asfalto, a segurança, os os de força e telefone. Contanto que não falte álcool pro carro ou pra pinga. Como diria meu amigo da roça:
- HÁ-SSA CANA NISTO.