Cidade

[Cidade][bsummary]

Policial

[Policial][bsummary]

Mulher

[Mulher][bsummary]

Eventos

[Eventos][twocolumns]

ISS sobre pedágio rende para Santa Rita R$ 1,89 milhão no 1o semestre de 2017



Santa Rita do Passa Quatro foi beneficiada no primeiro semestre de 2017 com R$ R$ 1,89 milhão em decorrência da arrecadação do ISS-QN (Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza) que incide sobre as tarifas no período.

Em todo o Estado, 262 municípios foram beneficiados com receita de R$ 242 milhões gerada pelo Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo; Prefeituras podem aplicar a verba em melhorias do viário municipal, entre outras áreas. Os dados foram divulgados pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp).

Na região de São Carlos, 16 prefeituras foram beneficiadas com R$ 11,3 milhões em repasses provenientes do imposto, que tem proporcionado importante recurso para os 262 municípios atravessados por 7,2 mil quilômetros de rodovias estaduais paulistas sob concessão. Nos últimos dez anos já foram entregues às prefeituras R$ 3,62 bilhões.

A verba proveniente do ISS-QN sobre os pedágios é significativa na composição orçamentária das administrações municipais, principalmente em pequenas cidades.

Entre os municípios da região de São Carlos, o que mais teve arrecadação com o ISS dos pedágios foi a cidade de São Carlos, que recebeu R$ 1,9 milhão, seguido de Santa Rita do Passa Quatro (R$ 1,89 milhão) e Araraquara (R$ 1,47 milhão).

A alíquota do imposto é definida por legislação municipal e o repasse é feito proporcionalmente à extensão das rodovias sob concessão que atravessam o município. As ampliações feitas na infraestrutura da malha viária estadual têm potencial para impulsionar a atratividade regional para novos negócios, com geração de renda e emprego, principalmente em municípios onde o viário urbano possa atender o incremento dessa demanda.

Assim, pela lógica, as Prefeituras podem aplicar a verba em obras de melhorias do viário municipal para eliminar eventuais gargalos e pontos de congestionamento, além de melhorar a segurança viária dos munícipes.

O ISS começou a incidir sobre as tarifas de pedágio em 2000 e, desde então, já foram repassados para os municípios beneficiados R$ 4,2 bilhões.

Fonte: Artesp