Cidade

[Cidade][bsummary]

Policial

[Policial][bsummary]

Mulher

[Mulher][bsummary]

Eventos

[Eventos][twocolumns]

Estado prorroga vacinação contra gripe até a próxima sexta-feira (23/6)



A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo decidiu prorrogar a campanha de vacinação contra a gripe até a próxima sexta-feira (23/6). Desde a última segunda-feira (12/6), também podem ser vacinadas as pessoas com idade entre 55 e 59 anos, além dos grupos prioritários e específicos definidos na campanha de 2017.

A campanha foi iniciada no dia 17 de abril e em Santa Rita do Passa Quatro a vacinação ocorre de segunda a sexta-feira, no horário das 8h às 12h e das 13h às 17 horas, no Centro de Saúde II (Rua Inácio Ribeiro, Centro) e no PAS do CAIC.

Dividida em etapas, a campanha começou priorizando os diferentes grupos de risco. O primeiro grupo atendido foi o dos idosos e profissionais da área de saúde. Depois, a prioridade foi das crianças, gestantes e puérperas (mulher que deu a luz recentemente). Em seguida, a campanha começou a vacinar também as pessoas com comorbidades (doenças crônicas). O grupo dos professores, que passaram a fazer parte do público-alvo este ano, iniciou na semana seguinte. No dia 13 de maio, sábado, aconteceu o chamado Dia D com atendimento especial.

Pessoas acamadas ou impossibilitadas de se locomover ainda podem ser vacinadas na própria casa. Para isso, devem entrar em contato com o Centro de Saúde II, pelo telefone 3582-6171 ou 3584-5278, fornecendo o endereço.

De acordo com o setor de Vacinação do Centro de Saúde, no município houve baixa procura para crianças (entre 6 meses a menores de 5 anos) e é importante que os familiares aproveitem a prorrogação para vacinar seus lhos.

A CAMPANHA A mobilização tem o objetivo de conter o avanço da doença no inverno, quando as baixas temperaturas ampliam a circulação dos vírus causadores de doenças respiratórias. Após a vacinação, o organismo leva 15 dias para gerar os anticorpos contra a enfermidade.

De acordo com o Ministério da Saúde, a vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no país: A/H1N1; A/H3N2 e influenza B. Ainda segundo o ministério, 60 milhões de doses de vacinas foram adquiridas, das quais 21,1 milhões de doses já foram distribuídas aos estados.

Os grupos prioritários devem se vacinar todos os anos, já que a imunidade contra os vírus cai progressivamente. Além disso, o vírus da gripe passa por mutações frequentes.