Cidade

[Cidade][bsummary]

Policial

[Policial][bsummary]

Mulher

[Mulher][bsummary]

Eventos

[Eventos][twocolumns]

Notícias da Estrela



FUTEBOL - O Grêmio Estrelense estará neste final de semana jogando na cidade de Mococa, a Van passará pelo nosso Distrito a partir das 13 horas, pegando os atletas para este confronto, que será contra uma equipe do Clube de Campo da cidade Industrial.

FUTEBOL NOTA 10- Deu início as atividades deste ano no sábado passado, momento muito aguardado pelas nossas crianças e jovens que desfrutam desta manhã esportiva todos os sábados. Há também uma parte do treino destinado a todos da comunidade que se propõem a praticar o gostoso esporte bretão.

FUTSAL - Os veteranos do futsal continuam comandando as noites de terça-feira em nossa quadra. Até os amantes do futebol já estão acostumando a assistirem as pelejas que trazem jogadores da Estrela, Porto Ferreira e Tambaú. Está em planejamento um campeonato para depois do carnaval.

ACADEMIA AO AR LIVRE - De acordo com informação do prefeito, já nos foi ofertado os aparelhos de ginástica, restando agora a definição correta do local a serem instalados.

BAILARINOS E POETAS - Estou a procura deles para um evento em março. Se puderem entrem em contato com o Zito. Telefone 3584-1242. Vamos mostrar o seu trabalho.

PROGRAMA ZITO SILVERIO - Também estou com as portas abertas do programa do ZITO para mostrar a sua poesia, a sua música. Vamos valorizar os nossos artistas.

PROGRAMA ZITO SILVERIO, todos os dias de segunda a sábado das 7h00 às 9h00 e também terças, quartas, quintas e sábados das 20h00 às 22h00 na Rádio Música Livre pela net, fácil acessar, é só entrar no endereço: www.webradiomusicalivre.com.br. E também segunda, quarta, sexta, sábado e domingo das 19h00 às 21h00 pela Rádio FMG. Entre no site www.radiofmg.com. Vamos valorizar os nossos artistas.

RUMBA – A professora Leila está administrando aulas de Rumba todas as sextas-feiras às 19 horas na quadra de futsal da Estrela, uma opção a mais de lazer, arte, cultura e ginástica. Tudo isto feito com muito carinho e dedicação pela professora Leila que sempre vem se dedicando a nossa comunidade. Vamos lá pessoal vamos prestigiar.

INÍCIO DAS AULAS - Dia 6 de fevereiro terá início o ano letivo de 2017. Há uma nova perspectiva para os nossos meninos com duas transições importantes:

I - A primeira fica a cargo das crianças que saem do parquinho e partem para o EMEF João Baptista da Rocha Correa, iniciando assim seu ciclo escolar do primeiro grau.

II - São os alunos da 5a série que a partir deste ano mudam para o Nelson Fernandes, no centro da cidade.

VISITAS - Como sempre este período de férias e festas, o nosso distrito sempre recebe muitas visitas, pessoas que conhecem e retornam aqui, como também, pessoas que pela primeira vez, trazidas pela curiosidade e também por nossas publicações, se sentem atraídas pela nossa paz, tranquili- dade e belezas naturais, além do gostoso acolhimento dos moradores locais.

Graças a Deus minha casa vira assim uma hospedagem dos amigos o que me dá muito prazer em poder acolhê-los e divulgar cada vez mais o nosso distrito, a nossa cidade.

CHUVAS - Desde o nal do ano a quantidade de chuvas em nossa região tem sido abundante. Felizmente são pancadas de suaves. Temos assim uma preocupação com raios, mas este ano a quantidade deste fenômeno tem sido aplacadora. Resta a preocupação com as estradas e os acostamentos que requerem mais atenção, tanto dos motoristas quanto das autoridades locais.

REFLEXÃO:- Estamos no aguardo das atividades da nossa administração em relação ao nosso distrito.

Está assim um início meio devagar, a presença das autoridades está escassa.

Na realidade o nosso Brasil ainda anda sem rumo, dizem que está sendo passado a limpo.

Talvez assim uma fase de transição do ilícito para o licito. Com as prisões, com as rebeliões, na realidade pa- rece que o País está confuso e sem muito crédito na nova administração.

Mais uma vez o povo pagando as contas, cobrindo com suor e sacrifício as falcatruas e os rombos municipais, estaduais e federais. O retorno sempre vem com mais arrocho com mais insegurança e insatisfação.

Um País rico, sacrificando o seu povo, com um salário de fome, e caçando a aposentadoria. Um País obrigando o aposentado a apertar o cinto e quiçá procurar o seu retorno ao serviço, a busca do sustento que passou a vida toda lutando por ele.

Há também a angústia dos trabalhadores e dos jovens na quase certeza que se aposentar será daqui pra frente uma loteria.