Cidade

[Cidade][bsummary]

Policial

[Policial][bsummary]

Mulher

[Mulher][bsummary]

Eventos

[Eventos][twocolumns]

Pensando Bem: O que você quer ganhar neste Natal?


As crianças sabem, com antecedência, o que desejam ganhar, mas os adultos se dividem em três grandes grupos: os que não têm nenhuma expectativa, os sonhadores e os racionais.

Os que não esperam nada formam um grupo crescente, cujas vidas, marcadas pelas decepções, preferem expectativa zero, pois privam-se assim de sofrer mais uma frustração.

Os sonhadores arriscam acreditar, são intensos, dão presentes, têm grandes expectativas e afirmam que a decepção é dolorosa, mas viver sem expectativa é pior ainda.

Os racionais são os que se consideram “pé no chão”; calculistas que permanecem à distância. Sendo (ou não) lembrados no Natal, reagem (ou dançam) conforme a música.

E você? Em qual grupo se encontra?

Hamartia.
Antes de responder a pergunta, gostaria de lhe dizer que você não está aqui por acaso. Não pode haver acaso marcando um ser tão complexo e relacional como você. Ninguém nasce em lata de lixo, muito menos com estrela na testa. A vida é uma torrente abundante de oportunidades e bem fazemos em reagir a cada uma delas de modo sábio e coerente.

Permita-me dizer que você é amado (a) pelo seu Criador, que te dotou com talentos e habilidades que formam um conjunto único, inigualável em todo mundo. Sua digital não tem como ser copiada. É singular. A biometria está aí para comprovar isso. Infelizmente, algo ruim se instalou em cada ser humano: a hamartia: uma inclinação para fazer coisas erradas. Um exagero numa resposta, um pensamento vingativo, uma “mentira branca”, uma postura condenatória, um olhar malicioso, um julgamento precipitado, um surto de ódio irracional, uma mágoa recolhida. Sim, hamartia é a palavra grega que foi traduzida para o português como “pecado”, que significa, literalmente, “errar o alvo”.

O que diz o Livro?
Diz o Livro que “todos pecaram, e estão destituídos da glória (presença) de Deus” (Rm 3:23). Isso é grave. No entanto, a mesma Bíblia a rma que “se confessarmos nossos pecados, Ele (Deus) é el para nos perdoar os pecados e nos puri car de toda injustiça” (1o Jo 1:9). Pecados podem ser perdoados por Deus, pois todo pecado, em última análise, é contra a criação e por isso contra o Criador. “Quem pode perdoar pecados se não só Deus?” (Mc 2:7).

Deus perdoa pecados! Como? Quando os confessamos, admitimos, concordamos com a santidade e perfeição de Deus, que nos criou à sua imagem e semelhança.

Pecados são perdoados hoje, “porque Cristo morreu, uma única vez pelos pecados, para conduzir-nos à Deus” (1o Pe 3:18).

O melhor presente.
Pensando bem, o melhor presente que você pode receber neste Natal é a vinda do Filho de Deus a m de perdoar os teus pecados. Isso aconteceu a muito tempo, é verdade, mas a e cácia do sangue derramado de Jesus e sua estupenda ressurreição te alcança hoje, está te alcançando agora enquanto lê este texto.

Sem expectativas para esse Natal? Sonhador demais? Racionalizando a festa cristã? Que tal uma opção melhor: por m aos sentimentos de culpa que te atormentam entregando sua vida a Cristo, crendo em seu poder perdoador e restaurador para seu passado, presente e futuro?

Faça isso logo. Faça isso agora mesmo através de uma singela oração:

“– Deus, eu admito que sou pecado(a) e reconheço minha necessidade de perdão. Con o em Jesus, e Nele somente, para obter perdão para meus pecados e o presente da vida eterna que Ele proveu por meio de sua morte de cruz e ressurreição. Eu O aceito como meu Salvador e Senhor e decido segui-lo, conhecendo sua Palavra e celebrando a cada dia, o verdadeiro sentido do Natal. Amém”.

“Todo o que o Pai me der virá a mim, e quem vier a mim eu jamais rejeitarei” (João 6:37).

sergiomarcosmevec@gmail.com