ZPP Meio Ambiente: Por que fala-se tanto de meio ambiente?

ZPP Meio Ambiente: Por que fala-se tanto de meio ambiente?



Fala-se tanto em meio ambiente porque o nosso modelo de desenvolvimento, ou modo de vida, maneira como consumimos, produzimos, extraímos, vivemos, ou seja, como nos relacionamos com o meio ambiente, é INSUSTENTÁVEL.

Ser INSUSTENTÁVEL significa que não se sustenta ao longo do tempo, ou seja, nosso modo de vida não conseguirá ter continuidade, ele entrará em colapso.

Por que é insustentável?
Basicamente por dois motivos, a retirada de recursos naturais em uma quantidade maior do que a capacidade da natureza de repor esses recursos e absorver resíduos gerados, e o aquecimento global.

Imagine que você todos os meses gaste mais do que recebe na sua conta no banco. Você terá que todos os meses ir retirando dinheiro da sua poupança para repor a sua conta negativa. Com os recursos naturais funciona da mesma maneira.

Os recursos naturais são nitos e se em todos os meses tivermos de utilizar a poupança dos recursos naturais, um dia esses recursos acabarão. Tenha o entendimento de que tudo que existe vem da Terra, tudo mesmo, então se continuarmos consumindo mais do que o planeta suporta, nossa sobrevivência estará comprometida.

Saiba que hoje cientistas, empresas, governos e ONG’s já realizam estudos cientí cos para saber o quanto se consome e até quando nossos recursos naturais poderão nos suprir.

O planeta não consegue mais repor tudo o que for con- sumido e também não conseguirá absorver e tratar todos resíduos gerados a partir dessa data.

Essa medida se chama pegada ecológica, e mede a quantidade de terra biologicamente produtiva e de área aquática são necessárias para produzir os recursos que um indivíduo, população ou atividade consome para ab- sorver os resíduos que gera, considerando a tecnologia e o gerenciamento de recursos prevalecentes.

O relatório Planeta Vivo divulgado pela ONG WWF em 2012, identi cou que a pegada ecológica média no mundo em 2008 era de 2,7 hectares globais por habitante, ou seja, para que o planeta possa repor os recursos naturais con- sumidos e absorver os resíduos gerados, precisaríamos de 2,7 hectares globais para cada habitante da Terra.

Cada hectare tem 10.000 metros quadrados, isso significa que em média cada habitante do planeta precisa de 27.000 metros quadrados de área biologicamente produtiva.

E quanto há disponível?
A biocapacidade do planeta, segundo o relatório, é de 1,8 hectare global, ou seja, não há planeta su - ciente para sustentar os níveis atuais de consumo. Note também, que conforme vamos poluindo o ar, as águas e aumentando as cidades e as monoculturas, também diminuímos a biocapacidade.

O BRASIL
O Brasil é o país com a maior biocapacidade, 15,4% de toda biocapacidade do mundo está aqui. A nossa biocapacidade por pessoa é de 9 hectares globais e a nossa pegada ecológica por pessoa 2,9. Não é a toa que o mundo inteiro está de olho em nossos recursos naturais, aliás, faça um teste, pegue uma garrafa de água mineral e veja no verso qual é a empresa envasadora, provavelmente é uma empresa multinacional, eles estão de olho nos nossos recursos, e nós, estamos?

Leia Mais
Tiro de Guerra realiza o primeiro acampamento do ano

Tiro de Guerra realiza o primeiro acampamento do ano



Nos dias 02 e 03 de julho, o Tiro de Guerra realizou no Sítio da Família Berti, o primeiro exercício no terre- no, denominado Operação Alvorada. Nesta oportunidade, os atiradores realizaram atividades específicas dos exercícios de campanha, como a marcha de 12 Km, progressão diurna, orientação noturna, camuflagem, construção de abrigos improvisados e bivaque, onde puderam desenvolver e evidenciar atributos como camaradagem, coragem, espírito de corpo, resistência e iniciativa.

 O retorno ao TG ocorreu na manhã do dia 03 onde os atiradores foram recebidos pelos familiares, nalizando a atividade com um café da manhã. Parabenizamos o 1o Sargento Cristiano e todos os atiradores por mais esta etapa vencida e desejamos sucesso na formação dos reservistas de 2a categoria do Exército Brasileiro.

“...é o Exército Brasileiro, representado na Estância Climática de Santa Rita do Passa Quatro, pelo Tiro de Guerra 02-077, escola de civismo e cidadania, estreitando laços de amizade, companheirismo e lealdade.”
Leia Mais
Casos de menores envolvidos com o tráfico de drogas em Porto Ferreira

Casos de menores envolvidos com o tráfico de drogas em Porto Ferreira



Durante patrulhamento no dia 18 de julho, Policiais Militares de Porto Ferreira avistaram um menor infrator, 17 anos, no Bairro Cristo Redentor, em atitude suspeita, onde ele ao observar que seria abordado veio a arremessar um embrulho em cima de um telhado.

Rapidamente o menor foi abordado, e os PMs ao verificarem o embrulho que ele havia descartado, localizaram em seu interior 71 pinos contendo cocaína, 70 pedras de crack, 35 trouxinhas com maconha e R$ 225,00 em notas diversas.

O menor recebeu voz de apreensão, sendo detido e levado para a Delegacia de Polícia de Porto Ferreira, onde foi elaborado o Boletim de Ocorrência da Polícia Militar e da Polícia Civil para demais providências.

Também no dia 18 de julho, Policiais Militares receberam uma denúncia, de que um menor de 15 anos estaria efetuando tráfico de drogas na Vila Maria.

Rapidamente os Policias foram até o local onde realizaram a abordagem no menor, e em buscas aos arredores os PMs localizaram 14 porções de maconha e 17 pinos contendo cocaína, além de certa quantia em dinheiro.

O menor recebeu voz de apreensão, sendo detido e levado para a Delegacia de Polícia, onde foi elaborado o Boletim de Ocorrência.

O menor havia saído da Fundação Casa no mês de dezembro do ano passado.
 
Fonte: Osni Martins
Leia Mais
Claudinei: Das Ruas para o Cross Country

Claudinei: Das Ruas para o Cross Country



Depois de conquistar três resultados excelentes em provas de rua as chamadas (Road Race), Claudinei Aparecido Barbosa foi para um tipo de corrida pouco conhecido, o Cross Country (corrida em trilhas, terra, gramas e obstáculos), trabalhando assim com sua potência aeróbia e força geral para conseguir resultados ainda melhores neste segundo semestre. A Prova aconteceu na Cidade de Araras e Claudinei optou pela distância de 5km para melhorar sua velocidade e potência aeróbia.

Seu resultado não poderia ser outro novamente: subiu ao pódio em 2o lugar no geral na competição, divulgado assim o nome da cidade de Santa Rita do Passa Quatro e de seus patrocinadores: Gipel, Jornal O Santarritense, Clínica Veterinária Santa Rita, Fazenda 3 Rios, Fazenda Itaema e de seu amigo pessoal Helton Venâncio.

Agora Claudinei volta neste domingo a correr uma prova de rua (Road Race) na cidade de Matão, prosseguindo para seus objetivos futuros de melhorar sua marca nas distâncias de 10km e 5km ainda este ano.
Leia Mais
PPS e PTN se reúnem e também declaram apoio à reeleição de Leandro Pilha

PPS e PTN se reúnem e também declaram apoio à reeleição de Leandro Pilha



Foi realizada na noite de quinta-feira uma reunião, organizada pelas lideranças e liados dos partidos PPS e PTN, com o objetivo de definir os caminhos dos Partidos nas próximas eleições que ocorrerão em outubro de 2016.

Durante o encontro os representantes dos dois partidos se posicionaram em favor da reeleição de Leandro Pilha para os próximos quatro anos.

“É hora de caminharmos olhando para o futuro, almejamos uma política moderna e que permita a continuidade de um trabalho sério e correto”, destacou o Vereador Lucas Comin (PPS).

Vários aspectos foram levantados como justi cativa da decisão de apoiar o pré-candidato do PSDB, em especial os participantes elogiaram a postura administrativa que Pilha vem adotando à frente da Prefeitura.


Pontos como o corte de 80 cargos de confiança, as economias geradas com o choque de gestão e o enfrentamento da crise foram destacados pelos pré-candidatos a vereadores, como sendo motivos para o apoio.

Além das questões administrativas, o Vereador Leo (PTN) destacou que a harmonia que o Prefeito Leandro Pilha alcançou ao longo desses anos deve ser mantida, já que é ponto fundamental para o avanço da cidade.

Na oportunidade Paulinho Missiato (PPS) destacou que o entendimento com a Câmara Municipal, através do diálogo transparente, é importantíssimo para nossa cidade. Nos últimos anos as atitudes corretas e honestas do Prefeito Leandro possibilitaram grandes avanços, disse o Presidente da Câmara.

Outra liderança que se manifestou, foi Marcelo Simão (PPS), desacando a importância de uma união em torno de um bem comum. Para ele, o momento é de somar esforços para o desenvolvimento de nossa cidade.

“Hoje o PPS por aclamação se mostra unido e com a postura irreversível de apoiar a reeleição do Prefeito Pilha, além das qualidades administrativas e do diálogo que ele promoveu ao longo dos últimos anos, foi fundamental para a decisão do PPS a humildade com que o Prefeito vem conduzindo o seu mandato, sempre disposto a dialogar e somar. É óbvio que deveremos concretizar o que hoje é uma tendência em um fato concreto nas convenções”, diz Clovinho Camargo, Presidente do PPS.
Leia Mais